PSB-PB se reúne nesta terça e presidente diz que Dilma não pode ficar na defensiva ‘feito barata tonta'

PSB-PB se reúne nesta terça e presidente diz que Dilma não pode ficar na defensiva ‘feito barata tonta'

O diretório estadual do PSB se reúne nesta terça-feira (17) para discutir a conjuntura política brasileira e paraibana, além de organizar o seminário de Planejamento Estratégico para 2015 e 2016 no partido.

Segundo o presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas, este é o momento para que o partido se posicione sobre uma série de questões nacionais como, por exemplo, a reforma política que há tanto tempo é protelada.

“Há pontos que são consenso e pontos que não são dentro do partido Alguns consensos são a unificação das eleições, a discussão sobre a reeleição, o financiamento público de campanha”, enumerou Rosas.

Manifestações – Durante o encontro, os 43 membros do diretório estadual também vão discutir o desenrolar das manifestações da última sexta-feira (13) e do último domingo (15). Para Rosas, movimentos legítimos que precisam ser ouvidos.

“É importante que a partir disso a Presidência produza uma agenda positiva para o Brasil. É necessário ouvir os partidos, ouvir o povo que foi para as ruas. Precisamos de pacotes para a questão fiscal, sim, mas também precisa ter um pacote pra educação, indústria, emprego, saúde e outros setores”, disse Edvaldo.

Para ele, a presidente Dilma precisa tomar a frente destas discussões. “Não pode ficar na defensiva, sem saber o que fazer, feito barata tonta. Precisa sentar com os setores. Não pode suspender Fies, Minha Casa, Minha Vida. Se tem irregularidades na Caixa, tem que investigar, punir os envolvidos, mas os serviços não podem parar”, concluiu.

 
 
 


João Thiago