Professores da UFPB decidem continuar em greve; 40 mil alunos continuam sem aulas

Professores da UFPB decidem continuar em greve; 40 mil alunos continuam sem aulas

A greve dos  professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) vai continuar. Em assembleias nos campi  de  João Pessoa, Areais e Bananeiras, a categoria decidiu permanecer de braços cruzados, até que o governo atenda as suas reivindicações.

Em João Pessoa, 137 docentes foram a favor da continuidade da greve, enquanto apenas oito votaram pelo fim da paralisação.  Em Areia, somente 10 professores compareceram à reunião e todos defenderam a continuidade da greve. Em Bananeiras, 10 professores também votaram pela continuidade da greve.

Novas assembleias foram agendadas na próxima quinta-feira (30). O movimento já dura dois meses e 40 mil alunos estão com suas atividades 

 

 

 

Click PB