Professores da UFCG realizam assembleia amanhã e devem voltar ao trabalho no dia 15

Professores da UFCG realizam assembleia amanhã e devem voltar ao trabalho no dia 15

Os professores em greve da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) irão realizar assembleias na manhã desta quinta-feira (08) nas cidades de Campina Grande, Cuité, Sumé e Pombal. O indicativo é seguir a orientação do comando nacional de saída unificada da greve.

De acordo com o professor Luciano Mendonça, do comando de greve da UFCG, cada instituição tem autonomia para decidir sobre a sua situação, apesar de ser um movimento nacional. Ele afirmou que o comando local deverá levar para a assembleia a proposta de acatar o indicativo de saída unificada e defende que os trabalhos sejam retomados no dia 15 de outubro. Mas que a decisão só pode ser tomada em assembleia.

Luciano Mendonça destacou que o governo tem sido muito intransigente no que diz respeito às reivindicações do movimento. "A gente corre o risco de voltar ao trabalho numa situação talvez pior do que quando entrou em greve", lamentou o professor.

Ele ainda ressaltou que o governo não se apresentou para negociação e apresentou apenas uma "proposta indecoros que só toca no ponto salarial", esquecendo as demais reivindicações. "A nossa maior luta nessa greve foi tentar reverter os cortes orçamentais que vem desde o começo do ano", defendeu. Luciano ainda lembrou a situação atual da UFCG, que caso não tenha recursos liberados, vai passar por dificuldades até em pagar contas elementares, como já foi levantado pelo reitor da instituição.

Os professores da UFCG entraram em greve no dia 25 de junho, acompanhando a paralisação nacional da categoria, que começou no dia 28 de maio.

 

 

 

Click PB