Professores da UEPB realizam assembleia e greve pode acabar na quinta-feira

Professores da UEPB realizam assembleia e greve pode acabar na quinta-feira

Os professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) em greve desde junho decidem nesta quinta-feira (19) a partir da 9h, se acabam ou não o movimento. A reunião será na sede do Sindical dos Docentes da Universidade Estadual da Paraíba (Aduepb), em Campina Grande.

A greve afeta mais de 24 mil alunos de todos os campi da UEPB: Campina Grande, Lagoa Seca, Catolé do Rocha, Araruna, Guarabira, João Pessoa e Monteiro. Ao todo, cerca de 1,3 mil professores com as atividades paralisadas.

A principal reivindicação da categoria é de reajuste salarial de 8%. 

Na Assembleia, os docentes ainda analisar a proposta do governador Ricardo Coutinho de melhorar a estrutura da universidade.

Ontem, o Ministério Público da Paraíba (MPPB)  anunciou que vai ajuizar ação civil pública originária declaratória, com pedido de liminar, de abusividade da greve dos servidores e docentes da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que já dura cinco meses. A ação responsabiliza os representantes classistas (Associação dos Docentes da Universidade Estadual da Paraíba - AduePB - e Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior da Paraíba - SintesPB).

 

 

 

Click PB