PRF deflagra Operação Festas Juninas 2014 para facilitar fluxo nas rodovias paraibanas

PRF deflagra Operação Festas Juninas 2014 para facilitar fluxo nas rodovias paraibanas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou a 00h00 desta sexta-feira, 06, a “Operação Festas Juninas 2014”. A operação, que coincide com parte do período de realização da Copa do Mundo FIFA 2014, tem o objetivo de garantir aos usuários das rodovias federais, segurança, conforto e fluidez do trânsito. O reforço na fiscalização será concentrado na região de Campina Grande e a Operação Festas Juninas 2014 seguirá até o dia 07 de Julho.

 

Durante o mês de junho há um considerável aumento do fluxo de veículos nas rodovias federais do Estado da Paraíba devido à realização dos festejos juninos. As principais cidades do estado, em especial os município de Patos, Santa Luzia, Sousa, Itaporanga, Esperança, Queimadas, Bananeiras, Solânea e Belém atraem, tradicionalmente, milhares de pessoas. Além destes municípios, destacam-se as festividades realizadas em Cajazeiras e Campina Grande, sendo esta última a sede do “Maior São João do Mundo”.

 

A PRF priorizará ações preventivas para redução da violência do trânsito e de acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, às ultrapassagens proibidas e envolvendo motocicletas ou ciclomotores, acidentes estes com alto índice de letalidade.

 

Os agentes da PRF também intensificarão a fiscalização do uso do cinto de segurança, dos dispositivos para transporte de crianças e o transporte remunerado de passageiros.

Trânsito fluindo nos horários de pico

Para aumentar a fluidez do trânsito nas rodovias de pista simples do estado da Paraíba, o tráfego de treminhões e bitrens, veículos com dimensões excedentes e caminhões-cegonha será restrito durante alguns dias de festejos juninos. Nos dias e horários de maior movimento, esses veículos não poderão transitar, independentemente de estarem carregados ou possuírem Autorização Especial de Trânsito (AET).

 

O motorista que descumprir a determinação será multado pela PRF. A infração é média, gera multa de R$ 85,13 e quatro pontos na CNH. Além disso, o condutor será obrigado a permanecer com o veículo estacionado até o final do horário de restrição.

 

DIA DA RESTRIÇÃO HORÁRIO DA RESTRIÇÃO

19/06/2014 (quinta-feira) das 06h às 12h

20/06/2014 (sexta-feira) das 12h às 20h

21/06/2014 (sábado) das 15h às 22h

22/06/2014 (domingo) das 15h às 24h

23/06/2014 (segunda-feira) das 06h às 12h

Cautela nunca é demais

A PRF alerta aos condutores que, historicamente, no mês de Junho aumenta a incidência de chuvas. Essa condição climática provoca maior lentidão no trânsito, prejudica a visibilidade, reduz a aderência dos pneus e dificulta as manobras de emergência.

 

Para fazer uma viagem tranquila e com menos riscos, alguns cuidados para dirigir na chuva são essenciais:

· Durante a chuva, ou com o asfalto molhado, o motorista deve aumentar a distância em relação ao veículo que trafega a sua frente. Assim, é possível evitar freadas bruscas, que nessas condições elevam o risco de derrapagens e aquaplanagens;

· As borrachas das palhetas do limpador de para-brisa precisam estar em bom estado de conservação para que a chuva afete o menos possível a dirigibilidade do veículo. Elas devem ser trocadas uma vez por ano;

· Os faróis devem estar sempre acesos;

· Redobre o cuidado nas curvas e frenagens;

· Evite passar em poças ou locais com acúmulo de água;

· O 'pisca-alerta' somente deve ser acionado em caso de parada não prevista ou pane no veículo. Trafegar com o pisca-alerta ligado provoca a sensação de que o veículo à frente está parado, fazendo com que o condutor do veículo atrás freie, com risco de provocar acidente;

· Em caso de chuva forte, o motorista deve procurar um lugar seguro e, assim que possível, parar o carro. Nunca pare sobre a pista e só pare no acostamento se não houver alternativa; o ideal é parar completamente fora da via.

 

Na pista molhada, o condutor corre o risco de passar por uma situação de aquaplanagem, que acontece por alguns fatores:

· Excesso de água na pista;

· Calibragem inadequada dos pneus;

· Velocidade incompatível com a via;

· Pneus desgastados (lisos).

 

Ao perceber que seu veículo perdeu a aderência com a via, siga as seguintes orientações:

· Tire o pé do acelerador até retomar o controle completo da direção;

· Não freie, pois se as rodas estiverem travadas no momento em que voltar o contato dos pneus com a pista, o veículo poderá desgovernar-se;

· Segure o volante com firmeza, mantendo-o alinhado.

 

A PRF orienta, entretanto, que a pista seca não deve ser justificativa para excessos de velocidade. Radares estarão posicionados em pontos estratégicos para coibir essa conduta.

 
Nos casos de urgência, emergência ou solicitação de auxílio, utilize o número de emergência 191 ou pare em qualquer uma das Unidades Operacionais da PRF.

Secom PB