Presos acusados de enterrar pessoa viva em Pedra Branca

Presos acusados de enterrar pessoa viva em Pedra Branca
A Políocia prendeu nesta segunda-feira, (14) Expedito Eudes Alves de 39 anos e duas irmãs Francisca Lucenir da Silva e Edésia França da Suilva de 35 anos,  acusados de matar Erivaldo Furtado Bezerra, de 29 anos. O fato ocorreu no sítio Tatú municipio de Pedra Branca, na noite de 12 de setembro de 2015 e chocou a cidade.
 
A perícia mostrou que, quando foi enterrado a vitima ainda estava com vida e morreu por asfixia, lesões e tiros. Entre os presos tem uma mulher, os acusados estão presos. No entanto, o trio nega as acusações no crime e dizem que seuqer conhecem a vitima. O delegado responsável peça ação, disse que o um outro envolvido no crime está morto e que as duas mulheres foram encaminhadas para o presidio de Patos.
 
 
 
 
Vale News PB