Presidente do PSD afirma que PMDB tem bons nomes para compor chapar com Luciano Cartaxo

Presidente do PSD afirma que PMDB tem bons nomes para compor chapar com Luciano Cartaxo

O presidente do PSD, em João Pessoa, Lucélio Cartaxo disse durante entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação desta segunda-feira (25), que o PMDB tem bons nomes que poderão ser apresentados para compor  a chapa na reeleição do prefeito Luciano Cartaxo. “Aliança não é de nomes, mas de partidos, e a nossa preocupação é com um projeto político que busque o melhor para João Pessoa”, disse.

Lucélio Cartaxo fez questão de destacar que seja qual for o nome apresentado para compor chapa com Luciano Cartaxo ele terá que ser referendado pelos demais partidos que compõe a aliança. “Tem que haver um consenso entre todos os partidos aliados”, explicou.

Ele afirmou que política se faz dialogando, negociando e não com imposições, com subserviência obrigando candidatos a abrirem mãos de suas candidaturas para apoiar outra como queriam fazer com Manoel Júnior. “A nossa aliança com o PMDB e com todos os outros partidos está sendo feita com diálogo, de forma democrática e transparente e o perfil do candidato tem que ser para aglutinar e disposto a trabalhar pela gestão”, destacou Lucélio ao afirmar que alianças se faz projetando o futuro e que 2018 será discutida no tempo oportuno.

Lucélio Cartaxo disse que hoje o prefeito conta com o apoio de oito partidos na base e agora somando o PMDB e o PSDB no arco de alianças. Ele disse que não acreditar que a situação na política nacional venha interferir na eleição municipal ao se referir a chegada de Manoel Junior a base de Cartaxo pelo fato do mesmo ser aliado de Eduardo Cunha.

 

Rompimento do Ricardo - Lucélio Cartaxo voltou a lembrar que quem rompeu a aliança feita em 2014 foi o governador Ricardo Coutinho. O presidente do PSD explicou que o prefeito Luciano Cartaxo coordenou a campanha do governador em João Pessoa e até então era tido com o melhor prefeito, mas terminado o período eleitoral aqueles que defendiam o prefeito, a exemplo de vereadores e deputados, sem qualquer motivo ou justificativa, passaram a criticar e radicalizar a gestão.

O presidente do PSD disse que como havia uma aliança, o prefeito Luciano Cartaxo convidou o PSB para participara da gestão, “mas recebeu um ‘não’ como resposta e a partir desse momento ficou claro e evidente que o governador queria o nosso apoio apenas para reeleger e nada mais”, disse Lucélio Cartaxo ao destacar ainda que o PSB conseguiu retirar deputados históricos do PMDB, a exemplo de Gervásio Maia Filho.

 

 

 

 

 

Paraíba.com.br