Presidente do PSB estranha participação de Cássio no ato do Rio. 'Por que não em Campina Grande?'

Presidente do PSB estranha participação de Cássio no ato do Rio. 'Por que não em Campina Grande?'

Os aliados da presidente Dilma Rousseff na Paraíba estiveram atentos ao movimento de rua deste domingo (13), em defesa do impeachment. O presidente estadual do PSB, Ronaldo Barbosa, chamou a atenção para um detalhes, no mínimo, curioso, conforme fez questão de ressaltar: a participação do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) no movimento no Rio de Janeiro e não Campina Grande, onde também haviam protestos agendados.

"Eu, particularmente, estou surpreso de o senador (Cássio Cunha Lima) estar participando do movimento no Rio de Janeiro. Não era para ele estar em Campina Grande?", indagou o presidente do Partido Socialista Brasileiro em João Pessoa em entrevista na tarde deste domingo.

Depois classificou como "fracasso" o movimento de rua pró-impeachment da presidente Dilma. "Não só na Paraíba, mas em todo país", acrescentou ele ao avaliar as manifestações de rua marcadas pelos políticos de diversos partidos de oposição do Brasil". Ele atribuiu o pouco movimento a quem organizou a mobilização, ou seja, o pouco descrédito daqueles que chamaram o povo para as ruas.

“Eis a questão: quem organizou não consegue convencer a população. Se não consegue mobilizar é porque essa liderança não tem legitimidade para isso. Acho que a população não gosta dessa idéia de golpe”, concluiu Barbosa.

 

 

 

Paraíba.com.br