Presidente da Câmara de Itaporanga rompe com prefeito Audiberg Alves

Presidente da Câmara de Itaporanga rompe com prefeito Audiberg Alves
Um dos principais aliados da eleição do professor Audiberg Alves (PTB), como prefeito em 2012, anunciou na noite passada seu rompimento político com o esquema oficial. Trata-se do presidente da Câmara Municipal, vereador Neném de Adailton (foto). O anúncio se deu durante no encerramento da sessão ordinária desta quinta-feira (26). 
 
Segundo vereador mais bem votado de Itaporanga, em 2012, quando obteve 770 votos, Neném de Adailton, assim como a maioria do eleitorado local, depositou em Audiberg esperança de melhores dias para a população, que hoje sofre com a ausência de serviços básicos. Que vivencia uma gestão marcada por denúncias de superfaturamento, fraudes, desvios, etc, feitas durante as sessões do parlamento-mirim ou na imprensa.
 
Para Neném a esperança que o povo tinha em Audiberg se tornou um pesadelo. "Não faço mais parte da bancada do prefeito. Hoje me considero um vereador independente", disse ao lembrar que a decisão foi tomada semanas atrás. Ele justificou dizendo que não dá mais para esperar as promessas do prefeito, numa clara demonstração de que o povo foi enganado durante as eleições passadas. "Eu acho que já se passou muito tempo. A gente já esperou demais. Infelizmente, o que passa na minha cabeça é àquele filme 'o vale a pena ver de novo'. De novo, não. É o 'Não vale a pena ver de novo'", comentou para completar, em seguida: "Infelizmente passa governo, chega um com a mesma promessa e não se faz nada. E a realidade é essa em Itaporanga. O povo espera, espera, espera...".
 
O vereador ainda fez uma analogia da situação política que vem vivendo o município: "O que passa na minha mente é o 'vale a pena ver de novo'. Um filme em que muda-se o mochinho, os bandidos, os que não fazem nada... mas, no fundo, continua o mesmo filme. Esse filme que está passando [agora com Audiberg]. Mas, Itaporanga está vendo o que está acontecendo na administração. Que o povo possa julgar seus gestores, seus representantes legislativos... Então, eu achei por bem trilhar nesse caminho de independência", arrematou.
 
Neném concluiu profetizando: "O povo é que vai dizer à que bancada eu irei pertencer. Espero pertencer a bancada do povo". Ao contrário de muitos agentes políticos que fazem o caminho inverso, particularmente em busca de cargos, Neném não se preocupa com isso pois tem um irmão secretário municipal de Infraestrutura e Urbanismo. O que mostra que pesou mais sua dignidade, honradez e caráter de homem sério que pense em fazer da política um serviço em prol do povo e não para lhe servir.
 
 
 
 
Fonte RP