Presidenciável Eduardo Campos anuncia que definição sobre alianças ficará para 25 de março

Presidenciável Eduardo Campos anuncia que definição sobre alianças ficará para 25 de março
Depois de mais de quatro horas de reunião com a cúpula estadual e nacional do PSB, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), anunciou na noite desta terça-feira que o lançamento do documento com as diretrizes que vão nortear a postulação do socialista à Presidência da República será apresentado no dia 4 de fevereiro, em Brasília.

- Fizemos uma leitura do documento das diretrizes do programa, na terça-feira passada, quando houve uma reunião do PSB-Rede. Hoje amadurecemos o documento e acordamos com a Rede lançá-lo dia 4. Neste mesmo dia vamos entregar formalmente ao PPS para que eles possam se incorporar ao debate do programa e vamos agendar a entrega a outros partidos - afirmou Campos, ao falar do encontro que aconteceu em sua casa, em Recife.

Ele nada adiantou sobre o conteúdo do plano de governo. De acordo com Eduardo Campos, os diretórios regionais do PSB vão receber o material até o dia 10 de março. Com o documento em mãos, vão realizar os debates internos e mapear a situação da legenda em cada localidade.

Campos informou, ainda, as datas dos seminários regionais do partido, que vão acontecer em todo o país. O primeiro será na região Sul, em Porto Alegre, dia 22 de fevereiro. Na sequência acontece no Rio de Janeiro, em 15 de março. Recife recebe o terceiro encontro, em 5 de abril. Goiânia, no Centro-Oeste, será a sede do quarto seminário, realizado em 02 de abril. A região Norte é a última e a reunião está prevista para acontecer na cidade de Manaus, no dia 26 de abril.

O governador negou-se a estabelecer prazos para o lançamento oficial de seu nome como candidato a presidente da República.

- Tenham calma, não foi discutido isso.

Os fundamentos do próximo programa eleitoral a ser veiculado no rádio e na televisão também foram fechados, mas não divulgados.

Dia 25 de março, o PSB vai recuperar todas as sugestões dos estados e compilar todos os problemas de palanque, na primeira reunião da executiva. Na ocasião, ele também vai definir a situação das candidaturas nos estados e fechar a versão do programa de governo a ser trabalhado durante a campanha. Atualmente, o PHS e o PPL vão receber o documento fechado nesta terça-feira.

Participaram do encontro o vice-presidente do PSB, Roberto Amaral; o primeiro-secretário, Carlos Siqueira; o deputado federal Márcio França (São Paulo); o líder do PSB na Câmara dos Deputados, deputado federal Beto Albuquerque (Rio Grande do Sul); o senador Rodrigo Rollemberg (Distrito Federal) e o prefeito de Recife, Geraldo Julio. O ex-ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho também participou da reunião.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pais/apos-reuniao-com-psb-campos-diz-que-definicao-sobre-aliancas-ficara-para-25-de-marco-11366324#ixzz2r7bSAtmQ
© 1996 - 2014. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

 

 

Fonte: oglobo.com