Presa na Andaime, prefeita é expulsa pelo diretório do PSB

Presa na Andaime, prefeita é expulsa pelo diretório do PSB

Por cima de queda… coice! O inferno astral da prefeita Cláudia Dias, de Monte Horebe, parece não parar de esquentar. Após ser presa na operação Andaime, da Polícia Federal, a prefeita foi expulsa pelo diretório estadual do PSB.

O presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas, deixou claro – em entrevista à rádio Arapuan – que a conduta da prefeita não condiz com o pensamento do partido socialista. “Foi desfiliada. Ficha suja não tem espaço no PSB”, disse Rosas.

Presa no sexto Batalhão da Polícia Militar, em Sousa, a prefeita Cláudia Dias, de Monte Horebe, passou mal na tarde de ontem. Ela recebeu atendimento médico. A prefeita foi presa na Operação Andaime, da PF, acusada de integrar quadrilha que fraudava licitações e desviava dinheiro público.

Ontem pela manhã, em Cajazeiras, durante coletiva de imprensa, o procurador da República Tiago Misael disse que a Operação Andaime iniciará a quarta fase em municípios paraibanos e investigará até mesmo obras já concluídas. “Ter concluído a obra não quer dizer nada. Vamos investigar as irregularidades”, disse o procurador.

Sete mandados de prisão foram executados em Bonito de Santa Fé, Monte Horebe, Uiraúna e Cajazeiras, no Sertão da Paraíba. Entre os detidos, a prefeita Cláudia Dias (PSB), de Monte Horebe, e o esposo dela, Fábio Barreto. Eles são acusados de integrar esquema de fraudes em licitações e desvio de dinheiro público.

 

 

Jãmarrí Nogueira-MaisPB