Prefeitura do Caiana quase que duplicou comissionados, o que pode explicar atraso salarial

Prefeitura do Caiana quase que duplicou comissionados, o que pode explicar atraso salarial

Prefeitura de São José de Caiana gastou, entre os meses de janeiro e maio deste ano, R$ 2.134. 097,05 com servidores, valores que correspondem a R$ 38,5% de toda a movimentação financeira efetuada pela edilidade no período. Somente no mês cinco, a folha de pessoal consumiu R$ 443.675,80 e era composta por 344 funcionários, sendo 212 efetivos, 117 comissionados, 8 contratados e 7 eletivos. 

Os gastos do mês de maio com os servidores efetivos foram de R$ 303.063,88, enquanto que os comissionados abocanharam R$ 101.591,92. Com os contratados os gastos chegaram a R$ 21.900,00; já os eletivos consumiram R$ 17.120,00. Os comissionados aumentaram de 66 em janeiro para 117 em maio, crescendo também as despesas com esses servidores.

Entre os cargos comissionados, cinco deles se destacaram por ter o maior número de funções ocupadas: Chefes de Setor tem 23 ocupantes com esta função; Chefe de Divisão e Chefe de Serviços, cada uma com 22 pessoas; Chefe de Núcleo, com 12; e Diretor de Departamento, com 10 servidores.

O alto número de servidores, principalmente comissionados, tem levado a Prefeitura caianense a atrasar salários, prejudicando, sobretudo, os servidores efetivos. Insatisfeitos com essa situação, os professores paralisaram suas atividades.

 

Fonte: Folha do Vale