Prefeito é preso acusado de fraudar licitações

Prefeito é preso acusado de fraudar licitações

O prefeito de Mangaratiba (RJ), Evandro Bertino Jorge (PSD), o Evandro Capixaba, foi preso dentro de casa na manhã desta sexta-feira (17). Agentes da CSI (Coordenadoria de Segurança e Inteligência) do MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) cumpriram mandado de prisão contra o político pelos crimes de fraude em licitações, falsificação de documentos, formação de quadrilha e coação de testemunhas no curso do processo. O desviado não foi divulgado.

Além do prefeito, a operação do MP-RJ prendeu os secretários municipais de Segurança e Ordem Pública, Sidney Ferreira, e de Comunicação, Roberto Pinto dos Santos. Os dois responderão pelos mesmos crimes que Evandro Cabixaba. O Grupo de Apoio aos Promotores de Justiça, formado por policiais militares, participou da operação.

O Ministério Público requereu ainda a “indisponibilidade de bens do prefeito e de outros integrantes da quadrilha, além da suspensão do exercício funcional dos servidores públicos envolvidos no crime”. Ao todo, 44 pessoas estão envolvidas na fraude, entre servidores do município e empresários.

As investigações foram iniciadas na 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Angra dos Reis, que apurou fraudes em contratações realizadas pela prefeitura nos anos de 2011 e 2012. Segundo o MP-RJ, a prefeitura de Mangaratiba fazia as contratações “com o objetivo evidente de burlar o instituto constitucionalmente previsto do concurso público, sem a observância dos limites e critérios legais”.

Em novembro de 2014, a Polícia Federal apreendeu nas sedes da Prefeitura de Mangaratiba e do Jornal O Povo, em Vila Isabel e no Centro do Rio, documentos referentes a centenas de licitações irregulares, que embasaram o processo criminal.

Evandro Capixaba assumiu a prefeitura de Mangaratiba em 2011, depois de vencer eleições suplementares realizadas após a cassação do prefeito e do vice anteriores. Ele foi reeleito em 2012. O vice, Ruy Quintanilha (PSD), que havia rompido politicamente com o prefeito, assumiu a prefeitura na tarde desta sexta.

A reportagem tentou diversas vezes entrar em contato com representantes da prefeitura, mas ninguém atendeu os telefonemas.

 

 

 

 

MaisPB com Uol