PR já dá sinais e deve romper aliança com a presidente Dilma

 PR já dá sinais e deve romper aliança com a presidente Dilma

A campanha pela reeleição da presidente Dilma Rousseff já espera pelo rompimento da aliança com o PR.

Segundo a colunista Vera Magalhães, dirigentes do partido que defendiam o apoio à petista estão cada vez mais isolados, e o grupo do ex-deputado Valdemar Costa Neto, preso pelo mensalão, voltou a dar as cartas.

O primeiro indício do racha é a aliança com o governador tucano Geraldo Alckmin em São Paulo, que, segundo dirigentes da sigla, pode ser anunciada nas próximas semanas.

Em encontro na semana passada, o líder do PR na Câmara, Bernardo Santana (MG), também confirmou ao presidenciável do PSDB, Aécio Neves, a dificuldade de aliança com Dilma.

Ainda segundo a colunista, para evitar a volta de especulações de que poderia ser vice na chapa de Alexandre Padilha (PT) ao governo, o ruralista Maurílio Biagi pediu sua desfiliação do PR.


Minas247