Policial Civil é condenado a 22 anos de prisão pela morte de estudante universitário na Paraíba

Policial Civil é condenado a 22 anos de prisão pela morte de estudante universitário na Paraíba

O policial Civil Kemps Chemago Fernandes Gouveia foi condenado a 22 anos de prisão em regime fechado pelo assassinato do estudante universitário Suedson Magno de Lima. O crime ocorreu em setembro de 2012 na saída de uma casa de show na cidade de Alagoa Grande, no Brejo do estado a 107 km de João Pessoa. O julgamento foi realizado nesta terça-feira (1), no fórum da cidade.

Kemps Chemago foi a júri popular quase dois anos depois de, segundo os autos processuais, ter cometido o crime. O policial estava preso na sede do 4º Batalhão de Polícia Militar, em Guarabira. Ele foi levado para o 2º Batalhão de Campina Grande onde deve cumprir a pena imposta pela justiça, segundo informou o destacamento da PM de Alagoa Grande.

Amigos e parentes de Suedson aguardavam ansiosos pelo desfecho do julgamento. Muitos vestiam uma camisa estampada pedindo justiça e com uma foto da vítima. Do lado de fora do fórum, faixas e cartazes foram colocados com pedido de justiça. A defesa do condenado disse que vai recorrer da sentença. Suedson Magno cursava o 4º ano do curso de Letras na Universidade Estadual da Paraíba, no Campus III, em Guarabira.

 

Fonte: Por Hyldo Pereira