Policiais são presos por extorquir empresário

Policiais são presos por extorquir empresário

Os policiais civis Eduardo André de Lima, Luis Otávio Negromonte e Jetro Xavier da Costa Lopes foram presos, nesta terça-feira (17), na cidade de Catolé do Rocha, Sertão paraibano, acusados de abuso de autoridade, extorsão e tráfico de drogas. O Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil está investigando o caso.

O delegado Allan Terruel preside o inquérito e representou pela prisão temporária dos acusados. O trio foi encaminhado para a Central de Polícia de Campina Grande, onde deverão permanecer inicialmente por 30 dias.

A principal acusação é que os policias teriam extorquido um empresário local.

“A decisão foi tomada visto à gravidade da denúncia, feita por um comerciante local, que é preso do regime semiaberto, e procurou a Polícia Militar, sendo encaminhado à delegacia para falar que estava sendo extorquido. Segundo ele, em Catolé do Rocha, foi abordado por policiais que estavam com uma quantidade de maconha e teriam exigido R$ 150 mil para que não imputassem a ele a posse da droga. Nesse momento, os três policiais civis foram reconhecidos como autores do fato, na própria delegacia”, explicou João Alves, delegado geral de Polícia Civil.

Ainda de acordo com ele, a prisão foi pautada em uma investigação criteriosa, em testemunhos e também em indícios materiais. “É muito difícil realizar um trabalho como esse, iniciando as investigações e prendendo integrantes da nossa instituição. No entanto, foi uma ação necessária e demonstra uma evolução da Polícia Civil, que passou a cortar na própria carne e não tolerar qualquer tipo de notícia desse tipo envolvendo seus servidores”, completou o delegado Allan Térruel.

Mudança na delegacia seccional

Nesta quarta-feira (18), uma portaria da Delegacia Geral dispensou o delegado Gilson Teles da titularidade da 18ª Delegacia Seccional de Catolé do Rocha. João Alves esclareceu que a decisão tem caráter administrativo e atende à necessidade da gestão de pessoal na região. Um novo delegado seccional será designado nos próximos dias.

 

 

MaisPB