Polícia revela conexão de Prefeitura pernambucana com campanha no Conde

Polícia revela conexão de Prefeitura pernambucana com campanha no Conde
A operação aconteceu simultaneamente em Goiana e João Pessoa (Foto: Divulgação~polícia de Pernambuco)

 

 

A operação Spectrums, desencadeada pelas Polícias Civis de Pernambuco e Paraíba, na última sexta-feira (12), resultando na prisão temporária de oito pessoas entre as quais três na Capital paraibana por suposto envolvimento em desvio de recursos públicos, descobriu uma conexão entre a Prefeitura de Goiana, Zona da Mata de Pernambuco, e a Prefeitura do Conde, Litoral sul da Paraíba, que abasteceram campanhas de candidatos a prefeitos dos dois municípios.

O empresário Paulo Jorge, apontado pela Operação Spectrum como suposto o operador da folha de pagamento de Goiana, movimentou mais de R$ 2 milhões entre 2009 e 2012. "Paulo Jorge, inclusive foi um generoso doador de campanha no Conde.

De acordo com a polícia de Pernambuco, a conexão entre as duas prefeituras consistiam no aproveitamento de comissionados da Prefeitura de Goiana-PE pela Prefeitura de Conde-PB. “As nomeações começaram em 2013 e a situação continua até hoje”, revela o delegado. 

A Operação Spectrums descobriu que as suspeitas do esquema era bem familiar e que todos os envolvidos são da família de Paulo Jorge, inclusive sua mãe, Alaíde Albuquerque, indiciada por peculato, associação criminosa e desvio de dinheiro. 

Segundo o delegado Thiago Uchôa, o esquema foi descoberto por meio de denúncia recebida pelo Ministério Público em Goiana. “Quando eles encontraram uma irregularidade, pediram ajuda da Polícia”, explicou.

A operação aconteceu simultaneamente em Goiana e João Pessoa.

 

 

 

Click PB