Polícia registra três assassinatos e cinco feridos a bala na grande João Pessoa nesta quinta- feira

Polícia registra três assassinatos e cinco feridos a bala na grande João Pessoa nesta quinta- feira

Três pessoas foram assassinadas a tiros  nesta quinta-feira (29), na grande João Pessoa. Os crimes aconteceram no município de Cabedelo, no bairro de Tambaú  e na comunidade Padre Ibiapina, no Bairro das Indústrias. A polícia também registrou cinco pessoas feridas a bala.

O último homicídio do dia aconteceu por volta das 19h30 na rua Antônio Lira no bairro de Tambaú. O segurança de um hotel escutou vários disparos dentro de imóvel abandonado e acionou a polícia. Uma viatura foi acionada e ao chegar ao local encontrou um homem morto.

No bairro Renascer III, em Cabedelo, um homem identificado por Antônio Sebastião Vieira Martins, 37 anos, foi executado a tiros. De acordo com a polícia, ele tinha ido visitar a mãe quando caminhava por uma rua foi alvejado com vários disparos.

Mesmo ferido, ele conseguiu correr e entrou numa residência abandonada e por volta das 20 horas o homem foi encontrado morto. Em cima do corpo a polícia encontrou uma pedra que pesava cerca de 20 quilos.

O outro assassinato aconteceu na comunidade Padre Ibiapina. Um homem ainda não identificado pela polícia foi assassinado a tiros em plena via pública.

Cinco baleados

No bairro Eitel Santiago, na cidade de Santa Rita, na região metropolitana da Capital, cinco pessoas foram baleadas durante uma troca de tiros na noite desta quinta. As vítimas estavam em uma esquina quando homens em motocicletas passaram atirando.

Segundo o tenente coronel, Júlio Cesar, comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar da cidade, os suspeitos tentaram matar uma pessoa que seria testemunha de um assassinato.

“Suspeitamos de que uns jovens tentaram matar uma testemunha de acusação do comparsa deles, que está preso. As pessoas que estavam na hora revidaram a tiros e quatro foram baleados. Os feridos foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tibiri II e transferidos para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Porém, as vítimas não correm risco de morte”, disse o comandante.

 


Paulo Cosme/Vinícius Henriques