Polícia registra 50 ocorrências na Paraíba entre crimes eleitorais e comuns

Polícia registra 50 ocorrências na Paraíba entre crimes eleitorais e comuns
Até as 17h do domingo (5), dia de eleição, foram geradas 50 procedimentos registrados pela Polícia Civil, entre crimes eleitorais e comuns na Paraíba. Os registros começaram a ser contabilizados a partir das 8h pelos Centros de Comando e Controle (CCC), instalados pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds) em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Patos. As delegacias seccionais da Polícia Civil no Estado vão gerar relatórios para contabilizar as ocorrências registradas durante a noite do domingo, madrugada e a manhã desta segunda-feira (6). O intuito é ter um mapeamento geral dos crimes ocorridos durante todo o fim de semana da eleição.
 
Quanto aos Centros de Comando de Controle, o objetivo foi possibilitar o encaminhamento direto de demandas por parte dos juízes eleitorais e, por consequência, a repressão imediata a crimes, por meio da integração entre as Polícias Civil, Militar e ainda Corpo de Bombeiros, Polícia Federal, Rodoviária Federal e Forças Armadas.
 
Para o secretário de Segurança e Defesa Social (Seds), Cláudio Lima, a avaliação do trabalho dos Centros de Controle foi positiva, com destaque para a integração das forças policiais. “Com planejamento e o trabalho integrado entre Polícia Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Federal e Rodoviária Federal conseguimos um resultado satisfatório, com a presença da polícia nos 223 municípios do Estado. Mostramos coerência na forma como organizamos o policiamento neste primeiro turno das eleições”, disse Cláudio Lima. O secretário acrescentou ainda que para o segundo turno a sistemática será a mesma, com a disposição dos Centros de Comando de Controle, nas três cidades polo e ainda com foco na integração das forças policiais.
 
Durante todo o domingo, o secretário Cláudio Lima percorreu colégios eleitorais de cidades da Paraíba. No horário da manhã, o chefe da pasta fiscalizou o trabalho das polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros em Campina Grande e acompanhou a juíza eleitoral Michelini Jatobá em zonas eleitorais nos bairros de Palmeira e Jeremias, entre outros. O secretário também esteve no Fórum Eleitoral, onde funcionou o Centro de Comando e Controle (CCC).
 
À tarde, Cláudio Lima visitou a sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em João Pessoa, local onde também foi instalado um CCC. O secretário ainda avaliou, com o presidente do Tribunal, Saulo Henriques de Sá e Benevides, a atuação das polícias durante o pleito. “Tivemos uma eleição tranquila, com a presença efetiva das forças policiais e sucesso dos Centros de Comando e Controle, que mais uma vez puderam atender prontamente a Justiça Eleitoral”, afirmou.
 
Efetivo – Para garantir a segurança nas Eleições 2014, a Seds disponibilizou um efetivo de 6300 agentes de segurança pública, entre policiais militares, civis e bombeiros. A intenção foi preservar a ordem pública, realizar defesa do patrimônio público e privado, resguardar os locais de votação e garantir segurança na apuração dos votos.


Parlamento PB