Polícia prende um dos maiores criminosos do Comando Vermelho

Polícia prende um dos maiores criminosos do Comando Vermelho

A Polícia Civil do Rio prendeu nesta quinta-feira (11) Daniel Francisco da Silva, conhecido como Dani do Jacarezinho, tido como um dos maiores criminosos ligados à facção criminosa Comando Vermelho na década de 90. Condenado por vários crimes e foragido da Justiça, o traficante foi preso durante a manhã por policiais da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) na porta de uma oficina mecânica no bairro do Caju, na zona portuária da capital fluminense, onde se escondia. A polícia chegou ao paradeiro de Silva, de 48 anos, após uma investigação.

O criminoso é ex-chefe do tráfico da comunidade Jacarezinho, na zona norte da cidade, além de ser apontado pela polícia como mandante do resgate do traficante conhecido como Meio Quilo, em 1988. Na ocasião, um piloto de helicóptero foi feito refém para viabilizar a fuga do Presídio Frei Caneca, mas uma ventania derrubou a aeronave, matando Meio Quilo. Silva foi preso no mesmo ano e permaneceu no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, por 21 anos, até ser beneficiado pelo regime semiaberto, quando fugiu.

De acordo com o delegado da Dcod, Maurício Mendonça, ainda não há confirmação se Silva continuava a atuar no tráfico de drogas do Jacarezinho. “Não temos ainda a confirmação se ele ainda atuava como liderança dentro da facção. Ele sempre foi considerado um criminoso de respeito dentro da facção. Depois do acidente com o helicóptero, no qual só ele sobreviveu, passou a ser muito considerado dentro do Comando Vermelho”, disse.

O traficante foi condenado pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, extorsão mediante sequestro, roubo e formação de quadrilha. Em 2011, foi condenado a nove anos de prisão por falsidade ideológica e uso de documento falso, que utilizou para comprar imóveis e carros com o dinheiro do tráfico de drogas.

“Com esse novo mandato, efetuamos a prisão. Nós estávamos investigando o paradeiro dele e descobrimos que Daniel ficava em uma residência no Caju. Hoje de manhã fizemos uma diligência e o encontramos na rua. Ele não resistiu à prisão”, explicou o delegado.

Segundo Maurício Mendonça, em conversas com Silva, o ex-chefe do tráfico disse que chegou a atuar com Fernandinho Beira-Mar. Atualmente, Dani do Jacarezinho é acusado pela Polícia Civil pela morte de um sobrinho e a tentativa de homicídio de outro. O crime ocorreu no ano passado.

Agência Brasil