Polícia prende trio especializado em crimes contra instituições financeiras com uso de explosivos

Polícia prende trio especializado em crimes contra instituições financeiras com uso de explosivos

A Polícia Civil da Paraíba, por meio do trabalho da 12ª Delegacia Seccional, com sede em Esperança, prendeu um trio de assaltantes especializado em crimes contra instituições financeiras com uso de explosivos. O grupo é suspeito de ‘estourar’caixas eletrônicos na cidade de Pedro Velho, no Rio Grande do Norte, e foi abordado pela polícia paraibana distrito de Santa Terezinha, na saída para Campina Grande.

De acordo com o titular da seccional, Henry Fábio, os presos Mastroianni Leonel dos Santos, conhecido como ‘Mastrô’; Igo Araújo Sales; e Elimierson Andrade da Silva estariam planejando assaltar uma instituição financeira na cidade de Remígio. “Com as investigações realizadas e abordagens conseguimos impedir a ação criminosa. Com o trio foram apreendidos uma espingarda calibre 12, três bananas de dinamite, demais materiais explosivos, 1,7 quilo de maconha, um rádio comunicador e grampos para furar pneus”, explicou a autoridade policial.

O delegado ainda lembrou que neste domingo (1), durante uma abordagem entre as cidades de Alagoa Nova e Remígio, as equipes da 12ª Delegacia Seccional prenderam quatro homens suspeitos de crimes na região. “Ao abordar o veículo onde eles estavam, a Polícia Civil foi recebida com disparos de arma de fogo e reagiu. Dois criminosos foram presos, um faleceu e outro foi socorrido após o confronto. Com eles foram apreendidas duas armas: um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12”, frisou Henry Fábio. A Polícia continua realizando diligências para localizar e prender um indivíduo conhecido como ‘Tana’ ou ‘Bacurim’, suspeito da autoria de homicídios naquela área, incluindo o assassinato de um comerciante em Matinhas.

197 - Qualquer informação sobre a localização de pessoas suspeitas da prática de crimes pode ser repassada para a Polícia Civil por meio do número 197 – Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social. O serviço é gratuito e garante o sigilo da identidade do denunciante.

 

 

 

Paraíba.com br