Polícia prende quatro pessoas acusadas de homicídios na Zona Sul da Capital

Polícia prende quatro pessoas acusadas de homicídios na Zona Sul da Capital

Policiais Civis da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa da Capital apresentaram, na manhã desta segunda feira (4), na Central de Polícia, quatro homens suspeitos de vários homicídios em bairros da Zona Sul de João Pessoa. José Carlos Gomes, 24 anos; Alison Romulo da Silva, 19 anos; Napoleão Gonzaga Ferreira, 53 anos; e Fabio Ferreira Eleutério do Nascimento, 31 anos, começaram a ser investigados pela polícia quando foram denunciados por testemunhas dos crimes.

Durante vários meses, a polícia acompanhou os passos dos acusados e levantou informações que ligavam eles aos crimes. Depois disso, pediu à Justiça os mandados de prisão que foram cumpridos nos bairros do Valentina, Colinas do Sul, Costa e Silva e na BR-230 próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal– PRF, em João Pessoa.

Apesar de terem sido apresentados a imprensa juntos, os acusados não têm ligações, não fazem parte de um grupo. José Carlos é acusado de assassinar Ângelo Gabriel Alves Tavares e Caíque Carlos Justino no dia 25 de janeiro deste ano, no bairro Mussumago, em João Pessoa. José Carlos também é investigado na morte de outras três pessoas. Já Alison é acusado de matar, no dia 14 de janeiro, no bairro do Valentina de Figueiredo, José Neilton Vicente de Araújo. Napoleão vai responder na Justiça pelo homicídio de Gardênia Kissia de Arruda Nascimento e tentar matar mais três pessoas no dia 17 de fevereiro, no Conjunto Colinas dos Sul e Fabio foi preso acusado por tentativa de homicídio contra João André de Oliveira, no dia 4 de junho de 2014.

“As participações e autorias dos acusados nestes homicídios e tentativas de homicídios nos bairros Colinas do Sul, Costa e Silva e Mussumago foram confirmadas durante as nossas investigações. Um dos presos, José Carlos, é acusado de cinco homicídios e isso mostra o quanto estas pessoas são perigosas”, disse a delegada Maria das Dores Coutinho da Silva, responsável pelas investigações.

Os presos foram encaminhados para o Presídio do Roger, na Capital, onde vão aguardar as sentenças da Justiça.

 
 
 
 

Secom-PB