Polícia prende homem suspeito de abusar das filhas de cinco e 10 anos

Polícia prende homem suspeito de abusar das filhas de cinco e 10 anos

A polícia prendeu na manhã desta sexta-feira (6), na cidade de Conde, Litoral Sul da Paraíba, Ronaldo Araújo Bulcão, acusado de abusar sexualmente de suas filhas de 10 anos e cinco anos. De acordo com a polícia, o suspeito ainda orientava o filho mais velho a praticar atos libidinosos com as irmãs. O delegado Luiz Eduardo Montenegro, de Conde, o pai abusava na filha mais velha e o filho, da mais nova, e o agravante é que o rapaz é portador do vírus HIV. 

“Vou encaminhar as crianças segunda-feira para fazer o teste para saber se elas contraíram HIV”, disse o delegado. 

O policial informou que os abusos começaram quando a filha mais velha tinha cinco anos. Já a mais nova sofreu a primeira violência aos quatro, pelo irmão mais velho, que, na época era menor de idade, mas hoje ele já é maior de 18 anos. A polícia suspeita que ele também tenha abusado da outra irmã. 

Ainda conforme o delegado, o pai não teria chegado a abusar da menina mais nova, apenas da mais velha. As crianças não moravam mais com os pais, viviam com uma tia há cerca de cinco anos. “Elas reclamavam que o pai era muito violento e foram morar com uma tia em João Pessoa. Mas, regularmente iam visitar os pais na casa no Conde e os abusos voltavam a acontecer", relatou o delegado. 

O suspeito foi preso em cumprimento a mandado de prisão expedito pelo juiz da comarca de Alhandra. Luiz Eduardo Montenegro informou que os crimes foram descobertos depois de denúncias do conselho tutelar que tinha a suspeita de abuso. “E acabou sendo confirmado, que ele abusava de uma das filhas, praticando atos libidinosos, passando a mão nas partes intimas”, disse o delegado, confirmando que os abusos deixaram provas. “Foi confirmado por perícia, depoimentos de testemunhas, e ele admitiu que praticou esses atos com uma das filhas”, informou o delegado. 

Por ser menor de idade na época em que os abusos ocorreram, o irmão das meninas não foi preso e vai responder pelos atos em liberdades. Já o pai das crianças foi autuado por estupro de vulnerável e ficará preso na Cadeia Pública de Alhandra. A esposa dele alega nunca ter tido conhecimento sobre os abusos. 

 

 

 

Click PB