Polícia prende acusado de estuprar filha de apenas dois anos em Campina Grande

Polícia prende acusado de estuprar filha de apenas dois anos em Campina Grande

A Policia Civil, através da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Infância e Juventude (DRCCIJ), deu cumprimento a mandado de prisão preventiva, no domingo (2), em Campina Grande, contra um homem acusado de abusar sexualmente de sua filha de apenas dois anos de idade.

A prisão foi representada pelas delegadas Alba Tania e Ana Alexandrino, após ser confirmada por perícia técnica a presença de sêmen na região anal da criança. Segundo Alba Tania, após ser registrado Boletim de Ocorrência no dia 16 de fevereiro, a Policia Civil iniciou investigação a fim de elucidar o fato. Testemunhas foram ouvidas e a vítima foi submetida a exame sexológico.

O delegado seccional em Campina Grande, Iasley Almeida, disse que a Polícia Civil já recebeu o laudo pericial que deu resultado positivo de antígeno prostático específico (PSA), o que confirma a materialidade do crime e os indícios suficientes contra o pai da criança.

“No crime de estupro, por ser praticado às escondidas, há escassez da prova testemunhal ocular, mas com a junção das declarações de parentes e testemunhas e com a prova pericial, que oferece grau de certeza, comprovamos a prática do crime sexual”, disse Iasley.

O delegado informou que outro detalhe reforça os indícios da autoria do crime. “A criança faz sinal de silêncio, com o dedo indicador na boca, quando alguém conversa sobre o assunto com ela”, declarou o delegado.

O acusado será encaminhado ao Sistema Penitenciário, onde ficará à disposição da Justiça. “Vale destacar o empenho dos policiais dessa delegacia, que em menos de duas semanas desvendaram mais uma denúncia de crimes contra menores, identificando e prendendo o acusado”, concluiu Iasley Almeida.

 

Secom PB