Polícia prende 67 suspeitos e apreende 28 armas de fogo no feriadão

Polícia prende 67 suspeitos e apreende 28 armas de fogo no feriadão

Durante o feriadão que se estendeu da última sexta-feira (09) até esta segunda-feira (12), a Polícia Militar continuou realizando ações em todo o estado e apreendeu 28 armas de fogo além de deter 67 suspeitos de roubos, furtos, porte ilegal de arma, tráfico de drogas, homicídio, crime ambiental e por força de mandado de prisão. A Polícia ainda conseguiu recuperar 22 veículos com queixas de roubos, sendo 16 motos e seis carros.

A maioria das prisões e apreensões ocorreu por crimes contra o patrimônio (roubos e furtos), com 20 suspeitos detidos nas cidades de Nova Floresta, Campina Grande, Bayeux, João Pessoa, São Miguel de Taipu e Sousa. O destaque foi a prisão de Jose de Araújo Costa, de 22 anos, e a apreensão de um adolescente, de 17 anos, suspeitos de furtar - nessa segunda-feira - a igreja Matriz da cidade de Nova Floresta, no Curimataú paraibano. Com eles, a PM recuperou os equipamentos de som que foram levados do templo religioso.

No período do feriadão, foram conduzidas 16 pessoas até as delegacias após serem flagradas com drogas nas cidades de Campina Grande, Itabaiana, Patos, Monteiro, Lucena e João Pessoa, o que resultou na apreensão de quase 3kg de maconha, crack e cocaína, além de acessórios para o tráfico, como balança de precisão.

De acordo com o balanço final da Polícia Militar no período, dos 67 detidos, 20 foram por roubo, 16 por serem flagrados com drogas, 15 por porte ilegal de arma, sete por crime ambiental, cinco por força de mandado de prisão, três que estavam foragidos da Justiça e um por homicídio.

As armas foram apreendidas nas cidades de Campina Grande, Umbuzeiro, Belém, Bayeux, João Pessoa, Piancó, Boa Vista, Bom Jesus, Esperança, Lagoa Seca, Itabaiana e Jericó. Das armas apreendidas, 16 eram espingardas, sete revólveres e cinco pistolas. Uma das armas - uma pistola ponto 40 - era de calibre de uso restrito e foi apreendida com um cadeirante, no fim da noite do domingo (11), no bairro do Alto do Mateus.

 

 

 

 

Secom