Polícia Federal e Rodoviária prende várias pessoas envolvidas em crime na Prefeitura Municipal de Patos

Polícia Federal e Rodoviária prende várias pessoas envolvidas em crime na Prefeitura Municipal de Patos

Uma operação da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na manhã desta sexta-feira, dia 16, várias pessoas ligadas a Prefeitura Municipal de Patos por atos criminosos envolvendo desvios do dinheiro público.

De acordo com as primeiras informações, até o momento teriam sido presos o ex-secretário de administração da Prefeitura Municipal de Patos, Corsino Peixoto, a secretária de Assistência Social e irmã do deputado Nabor Wanderley, Helena Wanderley e também policiais estiveram no apartamento da família de Bosco da Livraria.

Viaturas e agentes federais estiveram na sede da Prefeitura Municipal de Patos onde recolheram documentos. A ação chamou a atenção de pedestres das imediações que presenciaram a ação. 

A ação pode ter descoberto o desvio de mais de R$ 8.000.000,00 dos cofres públicos por atos ilícitos envolvendo compras fantasmas, falsificação e outros crimes. As investigaçoes teriam começado desde 2012. As empresas citadas na operação são: Papelaria Patoense, Mix Mercadinho, Livraria Dom Bosco, além da empresa AMPLA, pertencente a Alexandre, filho de Bosco da Livraia (em memória).

As investigações estavam sendo comandadas pelo Ministério Público Federal (MPF) que pediu prisão dos envolvidos com base nas evidencias e farta documentação.

A operação ainda continua e essas foram às primeiras informações chegadas a redação do Patosonline.com.

 

 

 

Jozivan Antero – Patosonline.com