Polícia Federal apura vídeo que faz ligação entre EI e Brasil

Polícia Federal apura vídeo que faz ligação entre EI e Brasil

A Polícia Federal investiga um vídeo em que cenas da bandeira do Brasil com o símbolo do islamismo são exibidas junto a imagens de arquivo do Estado Islâmico. A produção ainda faz uma referência a um site com uma contagem regressiva, cujo fim é exatamente na abertura dos Jogos Olímpicos. A delegada Daniela Terra, da Delegacia de Repressão a Crimes da Internet da Polícia Civil do Rio, afirmou que também abriu um inquérito para apurar os autores das postagens.

Não há confirmação de que o vídeo foi produzido pelo Estado Islâmico ou por alguma célula que atua no Brasil. No entanto, promover grupos terroristas já é crime. A pena é de cinco a oito anos de prisão.

Nas imagens, os mapas da Europa e dos Estados Unidos aparecem sobrepostos ao brasileiro. Logo após, cenas de guerra com a bandeira do Brasil são seguidas de antigas imagens do Estado Islâmico. O vídeo termina com uma imagem da bandeira brasileira com o símbolo do islamismo e o termo “Islammunism”, uma junção das palavras islamismo e comunismo, em inglês.

A trilha sonora é uma conhecida música árabe chamada, em português, de “Sopra como vento”. Ela exalta Alá e aconselha a lutar para reviver a glória de Ummah, um termo que no islã se refere à comunidade constituída por todos os muçulmanos do mundo. A canção ainda dá boas vindas à “caravana da sabedoria”. Em uma hora no ar, na madrugada de ontem, o vídeo teve mil visualizações. Horas mais tarde, foi excluído, mas diversos outros perfis republicaram o vídeo.

O site com contagem regressivo foi aberto há uma semana e está programado para sair do ar no próximo dia 17. Ele está registrado no nome de um rapaz de Caraguatatuba, em São Paulo. Nas redes sociais, no entanto, uma página que o jovem administra afirmou que seus dados haviam sido roubados e que ele não é o dono do site. Ele ainda apagou seu perfil.

 

 

 

G1