Polícia Federal aponta indícios de propina que envolvem senadores do PMDB

Polícia Federal aponta indícios de propina que envolvem senadores do PMDB

A Polícia Federal aponta indícios de que o PMDB e quatro senadores do partido, entre eles Renan Calheiros e Romero Jucá, receberam propina das empresas que construíram a usina de Belo Monte, no Pará, por meio de doações legais nas eleições de 2010, 2012 e 2014, segundo relatório que integra inquérito no Supremo Tribunal Federa.

O volume de contribuições totalizaria R$ 159,2 milhões, segundo o documento sigiloso, divulgado pelo jornal Folha de São Paulo.

Valdir Raupp (PMDB-RO) e Jader Barbalho (PMDB-PA) são os outros parlamentares envolvidos.

 

 

Terra