Polícia e BB se reúnem e confirmam redução de ocorrências nas agências da Paraíba em mais de 50%

Polícia e BB se reúnem e confirmam redução de ocorrências nas agências da Paraíba em mais de 50%

Em uma audiência com a cúpula da Polícia Militar da Paraíba, nesta quarta-feira (23), no quartel do Comando Geral da corporação, em João Pessoa, representantes do Banco do Brasil apresentaram um relatório de ocorrências de crimes patrimoniais registradas no primeiro semestre deste ano contra a instituição financeira, com redução de mais de 50%. Segundo a assessoria de segurança do banco, enquanto de janeiro a junho de 2013 foram registradas 27 explosões e assaltos às agências do Banco do Brasil, no mesmo período de 2014 esse número caiu para 13.

De acordo com o gerente de relações institucionais do Banco do Brasil, Jefferson Coutinho da Cunha, a audiência foi solicitada para agradecer o reforço na segurança dos corredores bancários onde estão localizadas as 111 agências no Estado. “Assim que constatamos essa redução dos crimes fizemos questão de agradecer pessoalmente ao comando da Polícia Militar pelas ações que culminaram nesta diminuição, aproveitando para estreitar os laços com a corporação”, disse.

Na ocasião, foram traçadas ainda novas ações para combater os crimes envolvendo agências bancárias, entre elas, um curso preventivo que a Polícia Militar vai oferecer para gerentes, tesoureiros e funcionários dos bancos, com noções de medidas preventivas de segurança.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, que esteve na reunião acompanhado dos três comandantes regionais da PM, ressaltou que o resultado faz parte de um planejamento feito para prevenir estes crimes, mas lembrou que a participação das instituições no processo é fundamental. “Essa aproximação traz um entrosamento e uma troca de informações que são fundamentais para prevenir estes crimes, nós na área pública que nos compete e eles nas dependências dos bancos, traçando medidas importantes de combate aos delitos contra os bancos”, destacou.

Dados – O relatório semestral do Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Seds) já havia apontado uma queda de 27% das ocorrências relativas a crimes patrimoniais envolvendo todas as instituições bancárias na Paraíba, de janeiro a junho deste ano, quando comparado com o mesmo período de 2013. No primeiro semestre de 2014 foram registrados 62 crimes desse tipo contra 85 casos nos seis primeiros meses do ano passado.


 

Secom PB