Polícia apreende armas, prende dez pessoas e recupera motos e carros roubados

Polícia apreende armas, prende dez pessoas e recupera motos e carros roubados

Cinco armas de fogo apreendidas, dez pessoas presas, três motos e três carros recuperados. Este é o saldo da Operação Nômade realizada na noite dessa sexta-feira (14) e madrugada deste sábado (15), pela Polícia Militar, na Região Metropolitana de João Pessoa, com ações de Cabedelo a Mamanguape.

De acordo com o coronel Jefferson Pereira, comandante do Policiamento da Região Metropolitana de João Pessoa, uma mulher foi presa em Mangabeira, na Zona Sul da Capital. Contra ela havia um mandado de prisão por envolvimento em homicídios. 

Após o show que houve no Forrock, os policiais militares recuperaram dois carros roubados e prenderam cinco pessoas que estavam com esses veículos, no Bessa. Em um dos carros a PM encontrou uma pistola. Os policiais militares também prenderam duas pessoas que portavam revólveres em Bayeux e no Costa e Silva e outras duas que também estavam armadas na região do Forrock.

Para a realização da Operação Nômade, o coronel Jefferson comandou um efetivo de 200 policiais, 30 viaturas e 20 motos, com ações em João Pessoa, Santa Rita, Mamanguape, Pitimbu, Cabedelo e Bayeux. Iniciada às 21h da sexta, a operação se encerrou nas primeiras horas da manhã deste sábado.

De acordo com o capitão PM Onierbeth Elias, comandante da Companhia Especialista em Apoio ao Turista, destacou que a Operação Nômade tem o objetivo de abordar veículos e pessoas, checando documentos e verificando se alguém porta armas ou drogas. “A abordagem é educativa e preventiva, feita no sentido de transmitir segurança às pessoas, o que garante o direito de ir e vir dos cidadãos”.

A população aprova esse trabalho preventivo da Polícia Militar e se sente mais segura. A publicitária Nailana Barreto mostrou seus documentos e do seu veículos aos PMs. “Acho necessário esse tipo de abordagem, nos transmite mais segurança”.

O médico Hugo Galvão, de Maceió, mora em Recife e está visitando João Pessoa neste fim de semana. “Eu acho válida essa operação, atinge um número grande de veículos e conscientiza a população, quem anda certo fica tranquilo e aprova a operação”. O motorista de transporte coletivo Gerailson Alves teve seu ônibus parado para a abordagem e agradeceu a presença da polícia.


 

Secom-PB