“PMDB não é partido de segunda linha do Palácio da Redenção”, reage Maranhão

“PMDB não é partido de segunda linha do Palácio da Redenção”, reage Maranhão

O presidente estadual do PMDB, senador José Maranhão, reagiu, nesta quarta-feira (29), às mudanças feitas pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), em sua equipe de auxiliares, que atingiram indicação do partido.

Maranhão não falou em rompimento político, mas afirmou que o PMDB não é um partido de segunda linha e deixou o governador à vontade para fazer nomeações e exonerações.

“O governador fique à vontade para admitir quem ele quiser dos quadros do PMDB”, disse.

Leia mais: Governo remaneja indicado de Zé e gera indignação no PMDB

Na “dança das cadeiras”, o governador remanejou o advogado Laplace Guedes da secretaria estadual de Turismo e Desenvolvimento Econômico para secretaria executiva de Energias e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e gerou indignação no PMDB, uma vez que o advogado era uma indicação pessoal do senador José Maranhão (PMDB), com quem tem ligações familiares.

A informação foi veiculada no Correio Debate, da 98 FM.

 

 

 

 

MaisPB