PM reformado e irmão são presos com R$ 1,5 mi em cigarros contrabandeados

PM reformado e irmão são presos com R$ 1,5 mi em cigarros contrabandeados

Um policial militar reformado e o irmão dele foram presos na cidade de Campina Grande, na tarde desta quinta-feira (28), após terem sido flagrados pela Polícia Civil, através de agentes da Delegacia de Roubos e Furtos do município, com um carregamento de cerca de duas mil caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai, que, segundo o delegado Cristiano Santana, valeria R$ 1,5 milhão, com cada caixa sendo vendida a R$ 800.


O flagrante foi feito no bairro da Dinamérica, na Zona Oeste de Campina Grande, em um lava a jato de fachada que, conforme o delegado, funcionava como um local para estocagem do material ilícito.

“A delegacia de Roubos e Furtos vinha investigando há meses uma quadrilha que vinha distribuindo cigarros contrabandeados na Paraíba e toda a logística envolvida. As investigações levaram até o lava a jato e, nesta quinta, os agentes identificaram a chegada do carregamento no local, deram voz de prisão e constataram que o material vinha do Paraguai”, disse Cristiano Santana. Ele acrescentou que a dupla confessou o crime e que outros membros da quadrilha são investigados.

Os detidos foram autuados pelo crime inafiançável de contrabando e serão direcionados para o Presídio Padrão de Campina Grande, onde aguardarão o andamento do processo judicial.

Cristiano Santana revelou que esta foi a maior apreensão de cigarros contrabandeados de Campina Grande e região. O material apreendido foi conduzido à Central de Polícia Civil da cidade, será periciado e, em seguida, será feita uma solicitação à Justiça em caráter de urgência para que seja incinerado.




Fonte Portal Correio - Por Gustavo Medeiros