PM é recebida a tiros por menor suspeito de atuar no tráfico de drogas na Zona da Mata

PM é recebida a tiros por menor suspeito de atuar no tráfico de drogas na Zona da Mata

Um menor suspeito por tráfico de drogas foi atingido por um projétil de arma de fogo em troca e tiros com a Polícia Militar no município de Itapororoca, na Zona da Mata, a 69 km de João Pessoa, na noite desta segunda-feira (7).

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo informações do capitão Alberto Filho, da Companhia de Polícia Militar de Mamanguape, localizada a 15 km da ocorrência, a guarnição se dirigiu à cidade vizinha após uma série de denúncias da população ao número 190. As pessoas haviam feito relatos sobre a incidência de tráfico de drogas na região. “Pelas informações que nos foram fornecidas, o tenente Sobral e sua equipe localizaram a residência do suspeito. Ao chamarem o nome dele, do lado de fora, foram recebidos a tiros”, disse o capitão.

Os disparos não atingiram os policiais. Estes, por sua vez, revidaram e acertaram o suspeito com um tiro na região torácica. Os PMs invadiram o local e perceberam que se tratava de um ponto de venda de drogas.

“Foram encontrados 20 pinos de cocaína, que valem cerca de R$ 50 cada; uma arma ‘soca-soca’ pronta para atirar, uma espingarda e um revólver, ambos de calibre 32, além de munições”, contou Alberto Filho.

A polícia também localizou uma balança digital para pesagem de drogas, certa quantia de dinheiro trocado e uma agenda que apresentava registros referentes ao tráfico, incluindo nomes de pessoas, números de telefone, quantidades vendidas e valores de dívidas.

O menor ferido foi levado por uma ambulância da prefeitura de Mamanguape, escoltada pela polícia, para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, na Capital. A assessoria da instituição ainda não havia se pronunciado sobre o estado de saúde do mesmo até o fim da noite desta segunda-feira.

Após a detenção e condução do suspeito à Capital, muitas pessoas já entraram em contato com a Delegacia seccional de Mamanguape para denunciar possível envolvimento do menor com um homicídio. A polícia ainda não confirmou o fato e está realizando apurações.