PM ameaça prender médico do Samu por omissão de socorro

PM ameaça prender médico do Samu por omissão de socorro

Uma solicitação de ocorrência registrado por volta das 01h10 desta quarta-feira (17) no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) terminou na delegacia de polícia civil de Sousa, Sertão paraibano. Profissionais do SAMU afirmaram que um homem não se identificou, solicitou a ocorrência através do número de emergência 192, porém, não informou em nenhum momento o local da ocorrência, apenas fazia ameaças.

Após a ligação, o homem chegou ao SAMU em uma moto e continuou ameaçando os funcionários.

O vigilante do órgão acionou a polícia militar, que escoltou a ambulância até o local, mas a mulher de 55 anos já estava morta.

Em depoimento na delegacia, o médico afirmou que um dos policiais ao chegar no SAMU não quis ouvir os socorristas.

“Ele chegou dizendo que iria me prender por omissão de socorro, sem sequer apurar como aconteceu o caso, tentei falar com ele, mas ele já foi logo afirmando que iria levar todos para delegacia”, destacou o médico.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil na cidade de Sousa.

 

 

MaisPB (com Diário do Sertão)