Pioneirismo: Ricardo lança Manual Construção Consciente para habitação popular

Pioneirismo: Ricardo lança Manual Construção Consciente para habitação popular

O governador Ricardo Coutinho lançou, na manhã desta segunda-feira (18), o “Manual Construção Consciente”, colocando a Paraíba como o primeiro Estado do Brasil a ter habitação popular com um novo conceito de economia, através de práticas construtivas sustentáveis, como a energia solar fotovoltaica. Na oportunidade, ele autorizou a abertura de licitação para construção do primeiro conjunto habitação consciente, com 140 moradias, no município de Sousa, no valor de R$ 12,6 milhões.

De acordo com o projeto a ser executado pela Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap), cada morador vai economizar 60% em energia elétrica, em razão da instalação de energia solar nas residências. Para Ricardo Coutinho, a Paraíba está testando a casa do futuro, uma residência sustentável. Ele disse que não dá mais para se fazer uma casa padronizada, ou de modelo único em todo o país.

“Nós batalhamos muito para que houvesse flexibilidade nas construções do Minha Casa Minha Vida. Não tem sentido numa cidade como Patos você ter um aquecedor de água. Na verdade deveria ter uma placa de energia solar fotovoltaica para transformar a energia do sol em energia elétrica e ao mesmo tempo diminuir a conta de energia”, comentou o governador, informando que os próximos conjuntos habitacionais a serem construídos pela Cehap terão ciclovia, casas compatíveis com padrão que proporcione maior ventilação, claridade e acúmulo de água nos períodos chuvosos. Ele acredita que esse modelo será copiado por vários Estados, a exemplo do Cidade Madura, cujo projeto foi colocado à disposição do Governo federal.

Segundo a presidente da Cehap, Emília Correia Lima, a Paraíba já tinha financiamentos para empreendedores que queriam colocar energia solar em suas construções. “Agora, com o lançamento do Manual Construção Consciente, quem vai utilizar energia solar são as pessoas de baixa renda, as pessoas que precisam gastar menos”, disse Emília, observando que o Construção Consciente vai proporcionar economia para o cidadão e para coletividade.

Ela disse, ainda, que a intenção do Governo do Estado é fazer com que a partir de agora todos os conjuntos habitacionais a serem construídos pela Cehap sejam levantados de acordo com as normas do Manual Construção Consciente. 

 

 

 

Secom-PB