Piancó e Coremas receberão recursos para implantação da rota turística da Coluna Prestes

Piancó e Coremas receberão recursos para implantação da rota turística da Coluna Prestes

 Os municípios de Piancó e Coremas serão contemplados com uma emenda aprovada pelo Governo do Estado e de autoria da deputada estadual Iraê Lucena, para implantação da rota cultural e turística da Coluna Prestes, que beneficiará ainda Uiraúna, Pombal, Princesa Isabel e Sousa, lugares por onde o movimento político-militar brasileiro também passou no ano de 1926. Cada um dos municípios receberá R$ 50 mil.

A implantação da rota cultural e turística da Coluna Prestes é uma luta antiga da região, especialmente de Piancó, que tem a frente o historiador Chico Jó. Ele, juntamente com mais dois ativistas culturais, o assessor do Cooperar Francisco de Assis Melo e o técnico agrícola Francisco de Sales, realizaram um importante trabalho denominado de “Reconstituição da Trilha da Coluna Prestes na Paraíba – Oportunidade de Investimento em Turismo Histórico-Cultural”, que rendeu-lhes Votos de Aplausos da Assembleia Legislativa no final do ano passado, uma propositura também de Iraê.

E é com base nesse trabalho que o Governo do Estado tem se despertado para implantar a Trilha da Coluna Prestes. Uma reunião está agendada para ocorrer no dia 25 deste mês, em local ainda não divulgado, entre o secretário de Turismo, Renato Feliciano, a presidente da PBTur, Ruth Avelino, e os prefeitos dos municípios envolvidos para discutirem um projeto de autoria da deputada que destina-se a explorar os atrativos turísticos, cultural e histórico da região por meio da implementação da rota. “A nossa intenção, seguindo as diretrizes do Plano Nacional de Turismo, é interiorizar a atividade turística do Estado, que certamente induzirá a iniciativa privada a investir na infraestrutura necessária, a exemplo de pousadas, hotéis, bares e restaurantes”, explicou a deputada em entrevista à imprensa estadual.

Para ela, a reconstituição da Trilha da Coluna Prestes na Paraíba, “na verdade um importante capítulo da história do país, traduzido em memória viva, só vem a lastrear o potencial turístico do Sertão paraibano no sentido de construir uma indústria turística como fator gerador de ocupação, renda e divisas para a região”.

O que foi o movimento - A Coluna Prestes foi um movimento político-militar no país que existiu entre os anos de 1922 e 1927, pregando reformas políticas e sociais e combatendo a República Velha. A coluna se identifica por esse nome numa referência ao comunista gaúcho Luís Carlos Prestes, seu principal comandante. A passagem do movimento pelo Sertão da Paraíba deixou um rastro de sangue. Em Piancó, a Coluna assassinou várias pessoas, entre as quais o padre e político Aristides Ferreira da Cruz, fato ocorrido no dia 9 de fevereiro de 1926. A data é lembrada com feriado municipal. 

 

Fonte; Folha do Vale