PF faz operação contra tráfico internacional de drogas em 5 estados

PF faz operação contra tráfico internacional de drogas em 5 estados

A Polícia Federal (PF) realizou uma operação contra o tráfico internacional de drogas nesta terça-feira (12) no Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e São Paulo.  Foram cumpridos nove mandados de prisão, sendo que sete pessoas foram presas, entre elas o chefe da quadrilha. Até as 14h30, duas pessoas estavam foragidas. Foram cumpridos ainda 13 mandados de busca e apreensão e 42 mandados de busca e apreensão de veículos.

De acordo com o delegado-chefe da PF em Londrina, Nilson Antunes da Silva, as investigações começaram a partir de dados coletados em outra operação deflagrada em dezembro de 2013. A quadrilha começou a ser monitorada a partir de março de 2014. “A partir daqueles dados a gente conseguiu identificar essa nova quadrilha agindo na região. Eles tinham base em Umuarama e trabalhavam com o tráfico de cocaína, maconha, munição e armas, material que era distribuído em São Paulo e no Rio de Janeiro”, explica.

Todos os mandados foram expedidos em Umuarama, no noroeste do Paraná, onde está concentrada a operação batizada de Urutau. As prisões ocorrem, alem de Umuarama, em Amambai (MS), Ponta Porã (MS), São Paulo, Santo André (SP), Ji-Paraná (RO) e Seringueiras (RO).

Segundo o delegado-chefe da PF em Londrina,
Nilson Antunes da Silva, base da quadrilha era em
Umuarama (Foto: Rodrigo Saviani/G1)

“Prendemos agora os membros da quadrilha que organizavam, financiavam e distribuíam a droga na região de Umuarama. A operação é encerrada com essas prisões, e já estamos remetendo inquérito para a Justiça, que ficará por conta do caso junto com o Ministério Público”, afirma o Nilson Antunes da Silva.

O delegado da PF explica que os envolvidos exerciam outras atividades para tentar ocultar os crimes realizados. "Eles tinham em principio uma atividade lícita. Eram supostos comerciantes, autônomos, motoristas, nesses casos sempre uma fachada", aponta.

Ainda conforme o delegado, os produtos ilegais eram transportados em fundos falsos de ônibus e caminhões para os outros estados brasileiros pela fronteira do Paraguai com Mato Grosso do Sul e da Bolívia com Rondônia.  “Eram contratados terceirizados que faziam fundos falsos em ônibus, sendo que alguns deles foram apreendidos durante as investigações, e em caminhões com carroceria de madeira”, diz o delegado.

Apreensões
Desde o início das investigações, três pessoas que moram em Umuarama foram presas em flagrante transportando drogas. Outras quatro prisões em flagrante foram efetuadas em municípios de SP e MS. Também foram apreendidas mais de três toneladas de maconha, 401 quilos de cocaína, oito quilos de haxixe, 321 cápsulas de munição, uma carabina, uma pistola e cinco veículos, sendo dois caminhões e dois ônibus.



 

G1