Petróleo fecha em queda com produção recorde no Iraque

Petróleo fecha em queda com produção recorde no Iraque

Os preços do petróleo Brent caíram abaixo de US$ 49 o barril e o petróleo nos EUA caiu mais de US$ 1 por barril nesta segunda-feira (19) depois que o Iraque anunciou produção recorde e em meio a uma piora das perspectivas para a economia global.

O maior consumidor global de energia, a China, enfrenta uma significativa pressão de desaceleração em sua economia, disse nesta segunda-feira o premiê Li Keqiang, segundo a rádio estatal.

A China deverá reportar esta semana uma desaceleração de seu crescimento para 7,2% ante um ano atrás, nível mais fraco desde o pior momento da última crise econômica global.

O ministro iraquiano do petróleo, Adel Abdel Mehdi, disse no domingo que o país bombeou um recorde de 4 milhões de barris de petróleo por dia em dezembro, devido a uma alta na oferta no norte.

"Ainda há mais oferta que demanda e essa é uma situação que não vai mudar em apenas algumas semanas", disse Hans van Cleef, economista de energia do ABN Amro.

O Brent fechou a US$ 48,84 por barril, com queda de US$ 1,33, enquanto o petróleo nos Estados Unidos fechou cotado a US$ 47,52 por barril, com queda de US$ 1,17.

Os volumes negociados nesta segunda-feira foram pequenos e não houve fechamento oficial para o petróleo, com mercados norte-americanos fechados para o feriado de Martin Luther King Jr..

 
 
 
 

G1