Petista cobra clareza em posicionamento de políticos sobre impeachment de Dilma

Petista cobra clareza em posicionamento de políticos sobre impeachment de Dilma

O pré-candidato do PT à prefeitura de João Pessoa, Charliton Machado, afirmou que este é o momento dos políticos reafirmarem suas posições contra o impeachment e criticou aqueles que não deixam claras suas posições a favor da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), que estará na Capital no próximo dia 15. Segundo ele, a pré-candidata do PSB, Cida Ramos, que anunciou que não estará no evento com Dilma, participou de todas as mobilizações a favor da petista e caberá à população julgar mudanças de posicionamento. Já sobre a ausência do prefeito Luciano Cartaxo, ele disse que não será nenhuma surpresa. “Nem mesmo quando era do PT, ele pôs a cara para fazer a defesa dos movimentos sociais e populares”, disse.

“Não farei juízo de valor de qualquer pré-candidato sobre as suas escolhas. Quem vai julgar suas posições é a sociedade. O que eu tenho a dizer é que eu tenho posição, vou abraçar minha presidente eleita democraticamente e vou defender a democracia. Cada um assuma perante a sociedade a sua responsabilidade sob as posições políticas locais e nacionais. Não vou arredar o pé das decisões políticas que sempre tomei que é defender um projeto que acredito, defender a democracia e defender a presidente Dilma porque ela foi eleita para governar o Brasil”, disse.

Segundo ele, em todos os atos contra o impeachment, os movimentos sociais paraibanos envolvidos contaram com a presença de Cida Ramos, que ainda não era pré-candidata a prefeita. “Se alguém mudar de posição ou tem posição diferente, não me cabe a julgar. Cabe à sociedade julgar quem mudou de posição. Cida sempre esteve em todas, ela é uma figura que vem dos movimentos de esquerda e esteve conosco em todos os momentos, não tenho nada a reclamar dela quanto a isso. Todo mundo viu, todo mundo acompanhou que ela sempre foi militante participativa de todos os movimentos a favor da democracia”, disse.

De acordo com Charliton Machado, este é o momento de os políticos manifestarem suas posições políticas. “Estou achando que a população hoje está enxergando que houve um golpe no Brasil, tanto houve golpe que ele está se configurando não só nas revelações telefônicas dos ministros, mas também no desmonte das políticas sociais, nas políticas de saúde, de educação, de moradia. Então este é o momento de afirmar a posição pela democracia, a história vai reconhecer aqueles que estão do lado da democracia, ao lado da história que mudou o Brasil”, explicou.

Charliton Machado também falou sobre o prefeito Luciano Cartaxo que ainda não garantiu presença no evento de Dilma. “Não é nenhuma surpresa. Ele nunca participou de nenhuma atividade nem quando era do PT, até para participar das atividades partidárias ele tinha imensa dificuldade de se posicionar. E nunca pôs a cara para fazer a defesa das questões que a gente acredita, dos movimentos sociais, movimentos populares, então não é surpresa para nós este distanciamento de Cartaxo das bandeiras democráticas do Brasil. Ele sequer teve neste momento um posicionamen.

 

 

 

 

Blog do Gordinho