Petista chama Cartaxo de ingrato e diz que ele deveria convidar Dilma para ver a obra da Lagoa

Petista chama Cartaxo de ingrato e diz que ele deveria convidar Dilma para ver a obra da Lagoa

O pré-candidato do PT à prefeitura de João Pessoa, Charliton Machado, afirmou que o prefeito Luciano Cartaxo é “ingrato” de não reconhecer que a revitalização da lagoa do Parque Solon de Lucena é uma obra do Governo Federal. Segundo ele, Cartaxo deveria, como gesto de gratidão, aproveitar a presença da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) na Capital na próxima quarta-feira, para apresentá-la à Lagoa já que a sua inauguração será neste domingo.

“Essa é uma obra do Governo Federal, acho inclusive que o prefeito é ingrato porque deveria aproveitar a presidente aqui para visitar a Lagoa. Seria um gesto no mínimo de gratidão da cidade de João Pessoa, mostrar à cidade que esta obra saiu do papel porque teve um governo preocupado com este tipo de intervenção urbana que é fundamental para a história, para a memória, para o desenvolvimento turístico. Ele devia convidar a presidenta para conhecer”, disse.

No entanto, Charliton Machado afirmou que não acredita que o prefeito aça este convite à presidente. “Não sei se ele fará isso e acredito que não pelos movimentos que o prefeito vem fazendo, principalmente quando saiu do PT, de negação de todas as obras que tem a marca do governo federal. Seria um momento para ele retribuir com gesto de cidadania, de institucionalidade, reconhecer que Dilma foi muito importante para obras que são marca do PT no Brasil. Mas acredito que Luciano Cartaxo não possa participar. Assim como também tenho certeza que ele não irá ao evento que terá a presença de Dilma”, afirmou.

O pré-candidato também destacou a importância da obra da Lagoa e disse que ele não deveria temer uma CPI para investigar a obra. “É uma obra importante para a cidade, não temos discordância de que a cidade de João Pessoa merecia uma intervenção na Lagoa, ela merece isso e por isso ela teve a aprovação do Governo Federal e recebeu a maioria dos recursos para que o projeto fosse consolidado. O questionamento é com as questões levantadas pela CGU, sobre isso aí não há o que se discutir. Cabe ao prefeito provar que há total lisura do projeto. Se não tem nada a esconder, não vejo porque questionar este tipo de investigação.

 

 

 

Blog do Gordinho