Pesquisa da PBTur mostra ocupação média de 65,60% nos hotéis em maio

Pesquisa da PBTur mostra ocupação média de 65,60% nos hotéis em maio

A Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) divulgou, nesta sexta-feira (19), a pesquisa mensal do Fluxo Global de Turistas, referente a maio. Mais de 122 mil pessoas visitaram o Destino Paraíba, representando uma ocupação média da rede hoteleira da Grande João Pessoa de 65,60%. O aumento foi da ordem de 4,56% em comparação ao mesmo período do ano passado.

A pesquisa informa que só João Pessoa recebeu 86.410 hóspedes, um aumento de 1,57% na comparação com maio de 2014. No acumulado do ano, são 512.644, aumento de 2,74% frente ao mesmo período do ano passado. A presidente da PBTur, Ruth Avelino, avalia como excelente o desempenho do setor. A executiva explica que há uma forte crise econômica e que as pessoas estão cortando gastos. "Mesmo com as famílias reduzindo despesas, nossos hotéis e pousadas receberam um excelente número de hóspedes e isso vem mantendo a rede hoteleira com uma ocupação satisfatória", declarou.  

Desde o início do ano, a PBTur e o trade vêm promovendo capacitações de agentes de viagens de todo o País, principalmente das maiores operadoras. Os treinamentos foram realizados nos estados do Sul, Sudeste e região Centro-Oeste. Ruth Avelino informa que a pesquisa mensal confirma que 38,39% dos turistas que visitaram o Destino Paraíba são do Sudeste, seguidos pelo Centro-Oeste (11,26%) e Sul (9,88%).  "É importante destacar que os nossos estados vizinhos são também emissores de turistas, principalmente, para as nossas praias. Na última semana, estivemos capacitando agentes de viagens de Recife e Natal, da operadora Tourlines, em Porto das Galinhas", disse.

Origem do Fluxo - Os principais estados emissores para o Destino Paraíba, em maio, foram: São Paulo (20,81%), Pernambuco (14,92%), Rio Grande do Norte (9,16%), Rio de Janeiro (8,92%) e Minas Gerais (8,29%). Na comparação em números absolutos, frente ao mesmo período anterior, São Paulo teve um crescimento de 15,54%; No Top10 dos estados emissores, entrou a Bahia e saiu o Ceará.

Os principais países emissores foram Itália (25,77%), Alemanha (13,00%), Estados Unidos (11,11%), Argentina (8,97%) e Portugal (8,08%). No Top10 dos países emissores, entrou o Japão e saiu a   Holanda.

 

 

 

Secom