Pesquisa aponta que 58% dos paraibanos irão presentear pretendem presentear no dia dos Pais

Pesquisa aponta que 58% dos paraibanos irão presentear pretendem presentear no dia dos Pais

Reconhecimento aos pais em forma de presente. É assim que 58,60% dos paraibanos pretendem homenagear os pais no dia deles, comemorado, neste ano, em 10 de agosto. O resultado representa uma expansão de 7,88 pontos percentuais se comparado ao mesmo período do ano passado. O levantamento foi feito pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas Econômicas e Sociais da Paraíba (IFEP) na Região Metropolitana de João Pessoa (RMJP).

No topo da lista dos presentes preferidos aparecem os itens de vestuário citados por 52,02% dos entrevistados. Em segundo lugar, vêm os calçados (11,66%), seguido de perfumes (11,21%), relógio de pulso (8,52%), celular (7,17%) e carteira e livros com 2,69% cada um. Neste quesito, os respondentes puderam citar mais de um tipo de presente, por isso o somatório ultrapassa 100%.

Com o presente dos pais, os consumidores pretendem gastar, em média, R$185,84. Este valor é 3,93% maior do que o indicado na intenção de gastos do ano passado. A maior parte dos entrevistados (33,63%) deve comprar presentes com valores entre R$51,00 e R$100,00. Em seguida aparece um percentual de 26,46% que pretendem gastar em torno de R$101,00 e R$200,00.

Quanto à forma de pagamento, a maioria (53,81%) pretende pagar à vista. Entre estes, 90,83% irão fazer o pagamento em dinheiro. É importante ressaltar que esta escolha está diretamente ligada ao grau de desconto oferecido pelos empresários. Quanto aos que pretendem comprar a prazo (46,19%), a maioria (96,12%) prefere usar o cartão de crédito.

Em relação ao local das compras, 60,09% dos entrevistados pretendem adquirir os presentes nos shoppings centers e 55,16% irão procurar as lojas localizadas no Centro de João Pessoa. Também foram citadas as lojas de bairro (8,07%) e internet (5,38%). Nesta questão, também podiam ser citados mais de um lugar, o que torna o somatório das respostas superior a cem por cento.

A maior parte dos participantes da pesquisa (48,43%) tem a intenção de comprar o presente do pai no início do mês de agosto. Já 37,22% comprarão exatamente na semana do Dia dos Pais. Um grupo de 12,11% do total afirmou que aproveitou as liquidações de julho para adquirir os presentes e 2,24% não responderam a questão.

Na hora das compras, alguns critérios vão influenciar na decisão. Entre os mais citados estão: a qualidade dos produtos oferecidos (72,65%), o preço do produto (62,02%), o bom atendimento (29,15%) e se haverá algum desconto na compra à vista (25,11%). Aqui também o entrevistado pôde citar mais de um item.

Perfil dos entrevistados

As mulheres representam a maioria dos participantes da pesquisa, com 52,76%. Quanto ao estado civil, a maioria (45,58%) se apresentou como solteiro e em seguida aparecem os casados ou em regime de união estável (44,20%). A faixa etária mais encontrada foi entre 21 e 26 anos (24,86%), seguida por aqueles que se enquadram de 27 a 32 anos (18,51%). Já em relação à escolaridade, os que cursaram o Ensino Médio completo apareceram com o maior percentual (35,91%), seguidos pelos que possuem nível superior completo (29,56%) e os que ainda estão cursando o nível superior (24,03%).

A faixa de renda da maior parte dos entrevistados (31,77%) se encontra entre R$725,00 e R$1.448,00. Os consumidores com renda até R$724,00 aparecem com o segundo maior percentual (17,40%). É expressiva a parcela de consumidores que declararam não possuir qualquer rendimento (12,43%), que são dependentes financeiros do cônjuge ou estudantes.

A pesquisa também procurou conhecer a situação do respondente no mercado de trabalho. Os dados mostraram que 60,50% dos respondentes são funcionários do setor público ou privado; 12,15% são estudantes; e 8,84% aposentados ou pensionistas.

Metodologia

A pesquisa entrevistou 362 consumidores na RMJP no período de 14 a 21 de julho de 2014.

 


Redação com Assessoria