Pequenos negócios na Paraíba representam 30% do PIB

Pequenos negócios na Paraíba representam 30% do PIB

As micro e pequenas empresas na Paraíba são responsáveis por quase 30% do Produto Interno Bruno (PIB) do Estado, é o que diz o Sebrae. Os dados apresentados pela Instituição ainda mostram que os pequenos negócios correspondem a 99% do setor empresarial, o que chega a desenvolver um papel fundamental, gerando empregos formais, cerca de 56,3%, e ainda movimentando a parte salarial, elevando em 51,1% da remuneração na Paraíba.

Ao fim de 2015, é possível contabilizar na Paraíba mais de 125 mil micro e pequenas empresas, sendo quase 80 mil formadas por empreendedores individuais (MEI). Segundo o superintendente do Sebrae na Paraíba, Walter Aguiar, nos últimos 12 meses, o número de pequenos negócios cresceu 13,5% no Estado. De acordo com dados do Sistema de Estatísticas do Simples Nacional da Receita Federal, a Paraíba conta atualmente com 125.649 micro e pequenas empresas. Em dezembro no ano passado, eram 110.686 pequenos negócios formalizados. Entre os pequenos negócios, o número de microempreendedores individuais foi o que mais cresceu no último ano, passando de 64.639 em dezembro de 2014 para 79.508 em 2015, o que representa um aumento de 23%.

“Apesar de 2015 ter sido um ano de dificuldades no cenário econômico, o comportamento empreendedor do paraibano superou as expectativas. As micro e pequenas empresas são o pilar de desenvolvimento da economia do Estado. É fundamental que o nosso estado e região consigam empreender para superar as dificuldades econômicas atuais. O Sebrae está pronto para trocar conhecimento e experiências e contribuir para que a mudança ocorra, oferecendo ideias, novas visões e perspectivas”, afirmou o superintendente do Sebrae.

PEQUENOS NEGÓCIOS

Pela legislação, pequenos negócios são aqueles que faturam até R$3,6 milhões por ano. São divididos em três categorias empresariais, de acordo com sua faixa de faturamento: microempreendedor individual (MEI), micro empresa e pequena empresa, além dos produtores rurais. A área jurídica do MEI foi criada após a Lei Geral da MPE e vem tirando diversos trabalhadores autônomos da informalidade, criando condições especiais para que eles tenham um CNPJ. Com baixa carga tributária e todos os benefícios do INSS, ao se formalizar o MEI deve faturar até R$~60 mil por ano e só pode ter um funcionário.

Ao longo de 2015, o Sebrae Paraíba atendeu 27.524 empresas. Deste total, 16.550 foram MEI, 9.180 microempresas e 1.799 empresas de pequeno porte. Em todo o Estado, foram oferecidas quase 153 mil horas de consultoria, mais de 63 mil horas de orientações técnicas e 1,3 mil horas em palestras, oficinas e seminários. Este ano, foram oferecidos 767 cursos, 15 feiras, 8 rodadas de negócios e 128 missões e caravanas empresariais.

Para 2016, a previsão é atender 18.810 pequenos negócios. O Sebrae Paraíba conta com 11 agências em todo o Estado: Araruna, Cajazeiras, Campina Grande, Guarabira, Itaporanga, João Pessoa, Monteiro, Patos, Pombal, Sousa e Sul (João Pessoa).

 

 

 

Click PB