Pedido de vistas adia julgamento de ação contra Pollyanna Dutra

Pedido de vistas adia julgamento de ação contra Pollyanna Dutra

Após   pedido de vistas do juiz Sílvio Pélico Porto, o julgamento de Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) contra a prefeita de Pombal, Pollyanna Dutra (PT) e seu vice Geraldo Arnaud de Assis Júnior (PSDB),   foi adiado mais uma vez no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB). Entre outra  irregularidades, Pollyanna é acusada de praticar abuso de poder econômico, abuso de poder político e compra de votos nas eleições 2012.

O julgamento já passou por sete sessões e a votação pelo provimento e não provimento da ação está  empatada no TRE.

Antes, o relator da matéria, juiz Tercio Chaves de Moura votou pelo provimento das acusações contra Pollyanna; Já Breno Wanderley Cesar Segundo,  após  pedido de vistas, decidiu  pelo desprovimento.

Pollyanna Dutra  e Geraldo já tiveram mandatos cassados em primeira instância após a  juíza Isabelle Braga Guimarães, da 31ª Zona Eleitoral aceitar as acusações contra a gestora e o vice

Além de cassar os diplomas dos dois, a juíza  aplicou multa de R$ 10 mil à prefeita Pollyanna por contratações em ano eleitoral. A juíza pede a realização de eleição indireta na cidade.

Caso semelhante – Ainda na sessão desta quinta-feira a corte do TRE-PB julgou pelo desprovimento da  Aije  que pedia a cassação prefeito e vice-prefeito da cidade de Tacima  pelas mesmas irregularidades que Pollyanna é acusada.

 

 

 

Roberto Targino – MaisPB