PBGás comemora premiação nacional em sua política de SMS

PBGás comemora premiação nacional em sua política de SMS

A Companhia Paraibana de Gás (PBGás), empresa responsável pela distribuição e comercialização do gás natural na Paraíba, anunciou nesta sexta-feira (27) que foi uma das empresas habilitadas e premiadas no II Prêmio Petrobrás de Reconhecimento às Distribuidoras de Gás Natural do Brasil. Das 19 companhias participantes, a distribuidora paraibana ficou em segundo lugar na categoria de Segurança, Meio Ambiente, Eficiência Energética e Saúde (SMES).

Na última quarta-feira, estiveram participando da solenidade de premiação, no Rio de Janeiro, o diretor-presidente da companhia, George Ventura Morais; o diretor técnico comercial Carlos Augusto Vasconcelos; e David dos Santos Mouta, diretor administrativo e financeiro, além da colaboradora Fabíola Gomes dos Santos, representando todos os empregados da empresa. Eles receberam o certificado e, na manhã desta sexta, fizeram o anúncio para todos os colaboradores da empresa na Paraíba.

Esse prêmio foi instituído pela Petrobrás para reconhecer, através de premiação, as empresas que tenham melhores indicadores de gestão nas sete categorias que são monitoradas por aquela estatal. As companhias de gás natural do Brasil concorrem nas categorias SMES; Realização de Volumes Não Térmicos; Custeio; Investimento; Governança Corporativa; Medição e Destaque Global. Na categoria SMES, das 19 companhias, apenas duas foram habilitadas ao prêmio: a PBGás (Paraíba), e Algás (Alagoas). A distribuidora alagoana ficou na primeira colocação.

Momento ímpar – Durante o anúncio que foi feito nesta sexta-feira, o presidente da companhia, George Ventura Morais, disse que esse prêmio é um reconhecimento cabal de que a empresa está avançando em suas práticas de SMS. “Temos uma política consolidada nesse quesito, e não apenas porque é obrigação ou cumprimento de normas, mas temos, acima de tudo, um compromisso com a segurança do patrimônio empresarial e com a vida das pessoas. Esse prêmio é um exemplo dessa prática”, disse George.

Ele conclamou a todos os integrantes da empresa para vestirem a camisa das boas práticas, fazendo jus ao prêmio recebido e, também, para avançar nas outras áreas. “Temos muito potencial e podemos ir mais longe. Este é um momento ímpar para a Companhia, já é o segundo prêmio que ganhamos em menos de seis meses, e isso é fruto de um conjunto de forças entre os colaboradores”.

Também se pronunciaram os diretores Carlos Vasconcelos e David dos Santos Mouta. Carlos observou que todo prêmio é simbolismo, mas é um reconhecimento. “Quando falamos em SMS, falamos de qualidade. Quando a gente investe nessas inciativas, a gente investe nas pessoas e na empresa; e SMS é resultado, eficiência, é um processo que impacta diretamente no desenvolvimento da Companhia”.

Menos incidentes – David Mouta, da diretoria administrativa e financeira, destacou os investimentos que a PBGás vem fazendo no setor. “SMS não representa despesa e sim investimentos que qualificam, dignificam e direcionam a empresa para grandes desempenhos, e isso é o que está nos levando a essa busca de melhorias no serviço que oferecemos à sociedade”, disse ele.

Na PBGás, a área responsável por essa política é a GSMS (Gerência de Segurança, Meio Ambiente e Saúde). A gestora Lily Maciene, responsável pelo setor, recebeu os cumprimentos da diretoria e foi parabenizada por todos os colaboradores, ao lado de sua equipe. Ela avaliou a premiação como um aspecto positivo para a empresa: “É positivo no sentido em que a PBGás, além de registrar as ocorrências junto à Petrobrás, está mantendo um indicador abaixo do limite de alerta. Ou seja: temos menos incidentes do que em outros Estados”, disse Lily.

 

 

Secom