Paralisação dos servidores do TJPB atinge 45 das 78 comarcas do Estado

Paralisação dos servidores do TJPB atinge 45 das 78 comarcas do Estado

O primeiro dia de paralisação de um total de três programados pelos servidores do Tribunal de Justiça da Paraíba atingiu 45 das 78 comarcas no Estado. A avaliação preliminar é do comando do movimento que fez hoje mobilização em frente à sede do TJ.

De acordo com informações do tesoureiro da Associação dos Técnicos e Analistas do Judiciário PB (Astaj), José Ivonaldo, 100% dos cerca de 700 servidores do TJ, em João Pessoa, aderiram à paralisação.

A partir desta terça-feira (21) o foco do comando será atuar junto das 33 comarcas que não se incorporaram à luta dos servidores. "Precisamos fortalecer o movimento para, se não formos atendidos em nossas reivindicações deflagrarmos greve geral".

Representantes dos servidores do judiciário se mostram revoltados com a falta de atenção da presidência do TJ às suas reivindicações: fixação da data base e aumento de 9.5%, incorporação nos vencimentos das gratificações e reabertura do edital de remoção.  "Das três propostas apresentadas duas receberam um não e a terceira um talvez", revelou Ivonaldo.

Representantes de entidades dos servidores do judiciário agendaram para o dia 28 deste mês assembleia geral para decidir se a categoria entra em greve por tempo indeterminado a partir de novembro. "O nosso termômetro será os três dias de paralisação. Se fracassarmos a greve está praticamente descartada", disse Ivonaldo ao prometer fazer uma avaliação completa e com números da paralisação.

 

 

Click PB