Paraibano que não completou ciclismo é pego no doping

Paraibano que não completou ciclismo é pego no doping

O paraibano Kleber Ramos, o Bozó, entrou nesta sexta-feira (12) na história dos jogos Olímpicos Rio 2016, não por conquistar medalhas, mas de uma forma negativa. O ciclista foi o primeiro brasileiro pego no exame antidopping.

Kleber testou positivo para a substância CERA, um medicamento voltado a pacientes com deficiência renal. Os atletas utilizam a substância pelo potencial de aumentar a capacidade de resistência, pois sua aplicação no corpo gera multiplicação dos glóbulos vermelhos. O estimulante é proibido pela União Ciclística Internacional (UCI) que notificou o corredor. Ainda cabe recurso.

O exame foi feito seis dias antes da competição nas Olimpíadas.

O Comitê Olímpico Brasileiro soltou a seguinte nota sobre o caso:

“O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) já foi notificado do caso fora de competição e aguarda a confirmação pela Corte Arbitral do Esporte (CAS), tendo em vista as regras de confidencialidade do próprio CAS.”

Kléber não está mais na Vila dos Atletas.

 

 

 

 

MaisPB com EBC