Paraíba terá 16 famílias buscando hegemonia na política estadual nas eleições deste ano

Paraíba terá 16 famílias buscando hegemonia na política estadual nas eleições deste ano
Não é só Campina Grande que tentará a manutenção de famílias que pode décadas ocupam cargos políticos na Paraíba. Das 16 famílias que buscam esta hegemonia, o Clã Maranhão é um dos mais tem obtido sucesso. Eles apresentam a candidatura do ex-governador José Maranhão (PMDB) para o Senado, de Olenka para a reeleição na Assembleia Legislativa, e de Benjamim Maranhão (SDD) para a reeleição na Câmara dos Deputados. A mãe de Benjamim e Olenka, Wilma Maranhão (PMDB) é prefeita da cidade de Araruna.
 
De Patos, vem a família Motta, que tem Francisca Motta (PMDB) na prefeitura, o neto Hugo Motta na reeleição para deputado federal pelo PMDB. O pai de Hugo, Nabor Wanderley (PMDB), pode concorrer a Assembleia.
 
De Uiraúna, a família Santiago terá Wilson Santiago (PTB) como senador na chapa de Cássio e o filho Wilson Filho (PTB) na disputa pelo retorno à Câmara Federal.
 
O clã Morais, de Santa Luzia, trabalha pela reeleição do deputado federal Efraim Filho (DEM) na aliança com o PSB de Ricardo Coutinho, onde o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) tenta eleger seu irmão gêmeo, Lucélio Cartaxo (PT) ao Senado.
 
O deputado federal Ruy Carneiro (PSDB), é candidato a vice-governador de Cássio. Suas raízes estão no ex-senador e ex-governador Ruy Carneiro que foi forte liderança décadas passadas. Outra herdeira de um político tucano, Iraê Lucena (PSDB) tenta manter a família do ex-senador Humberto Lucena no cenário político.
 
Catolé do Rocha tem como representante da família Agripino Maia o deputado estadual Gervázio Maia Filho que buscará a reeleição. O pai já foi deputado estadual e o avô governou a Paraíba na década de 1970.
 
Em Guarabira, o ex-governador Roberto Paulino (PMDB) é candidato à vice na chapa do PMDB e o filho Raniery Paulino (PMDB) vai tentar ser reeleito deputado estadual. Lea Toscano, esposa do prefeito de Guarabira, Zenôbio Toscano,  quer continuar na Assembleia Legislativa. Ela também já governou Guarabira.
 
O ex-prefeito de Picuí, Buba Germano (PPS) vai tentar se eleger deputado estadual aproveitando a vaga da esposa Gilma Germano (PPS) que não concorrerá pela reeleição. O casal não se configura como clã político mas tem liderado a política na região nos últimos anos.
 
Na família Gadelha, de Sousa, o deputado estadual Leonardo Gadelha (PSC) é candidato à vice-presidente na chapa do PSC e o pai, Marcondes (PSC), ex-senador, vai concorrer à Câmara Federal.
 
Josélio Carneiro
Portal Paraíba Já