Paraíba tem quatro deputados federais sob investigação no STF

Paraíba tem quatro deputados federais sob investigação no STF
Dando continuidade à série de reportagens sobre as acusações criminais contra os parlamentares da legislatura iniciada em 1º fevereiro, o Congresso em Foco destacou hoje a lista dos mais de 130 deputados que no dia 19 de agosto respondiam a inquéritos ou ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF). Deste total, quatro são da bancada da Paraíba: Aguinaldo Ribeiro (PP), Benjamin Maranhão (SDD), Efraim Filho (DEM) e Veneziano Vital do Rêgo (PMDB).
 
O número total de processos significa que cerca de 26% dos deputados são suspeitos de participação em crimes. No Senado, o índice já se aproxima de 40%. Dois fatos podem explicar a diferença. O primeiro é que, provavelmente, o Supremo – foro exclusivo para julgamento de conduta criminosa de senadores e deputados federais – não recebeu ainda todos os processos que tramitavam nos estados contra parlamentares que estrearam no Congresso neste ano. O segundo é que o tempo acumulado por alguns deputados na atividade política não foi suficiente para a identificação de eventuais ilícitos por parte de um sistema flagrantemente ineficaz tanto para denunciar quanto para julgar políticos pegos com a mão na botija.
 
Basta dizer que, dos mais de 500 congressistas acusados de atos criminosos desde a promulgação da Constituição de 1988, somente 16 foram condenados e apenas oito chegaram a cumprir a pena. Em muitos casos, os processos simplesmente prescreveram sem que os ministros do STF tivessem julgado o comportamento dos réus.
 
Assim como havia sido feito com os senadores, todos os deputados listados foram procurados. As explicações daqueles que deram retorno aparecem, na relação abaixo, juntamente com a indicação dos números das ações ou inquéritos em tramitação no STF e a natureza dos crimes atribuídos aos acusados.
 
DEPUTADOS FEDERAIS COM PENDÊNCIAS CRIMINAIS
 
Adilton Sachetti (PSB-MT)
 
Adail Carneiro (PHS-CE)
 
Aelton Freitas (PR-MG)
 
Afonso Florence (PT-BA)
 
Afonso Hamm (PP-RS)
 
Aguinaldo Ribeiro (PP-PB)
 
Alberto Fraga (DEM-DF)
 
Alex Manente (PPS-PR)
 
Alfredo Kaefer (PSDB-PR)
 
Alfredo Nascimento (PR-AM)
 
André Moura (PSC-SE)
 
Andrés Sanchez (PT-SP)
 
Aníbal Gomes (PMDB-CE)
 
Antônio Bulhões (PRB-SP)
 
Antônio Balhmann (Pros-CE)
 
Arthur Lira (PP-AL)
 
Arthur Oliveira Maia (SD-BA)
 
Assis Carvalho (PT-PI)
 
Bacelar (PTN-BA)
 
Benito Gama (PTB-BA)
 
Benjamin Maranhão (SD-PB)
 
Beto Faro (PT-PA)
 
Beto Mansur (PRB-SP)
 
Bonifácio de Andrada (PSDB-MG)
 
Cabo Daciolo (sem-partido-RJ)
 
Caetano (PT-BA)
 
Carlos Bezerra (PMDB-MT)
 
Carlos Manato (SD-ES)
 
Célio Silveira (PSDB-GO)
 
César Halum (PRB-TO)
 
Dagoberto (PDT-MS)
 
Danilo Forte (PMDB-CE)
 
Décio Lima (PT-SC)
 
Delegado Edson Moreira (PTN-MG)
 
Dilceu Sperafico (PP-PR)
 
Édio Lopes (PMDB-RR)
 
Eduardo Barbosa (PSDB-MG)
 
Eduardo da Fonte (PP-PE)
 
Eduardo Cunha (PMDB-RJ)
 
Eduardo Cury (PSDB-SP)
 
Efraim Filho (DEM-PB)
 
Erika Kokay (PT-DF)
 
Ezequiel Ângelo Fonseca (PP-MT)
 
Fábio Faria (PSD-RN)
 
Fábio Reis (PMDB-SE)
 
Fausto Pinato (PRB-SP)
 
Félix Mendonça Júnior (PDT-BA)
 
Fernando Jordão (PMDB-RJ)
 
Fernando Torres (PSD-BA)
 
Flaviano Melo (PMDB-AC)
 
Genecias Noronha (SD-CE)
 
Geraldo Resende (PMDB-MS)
 
Giacobo (PR-PR)
 
Giovani Feltes (PMDB-RS)
 
Gorete Pereira (PR-CE)
 
Iracema Portella (PP-PI)
 
Izalci (PSDB-DF)
 
Jair Bolsonaro (PP-RJ)
 
Jerônimo Goergen (PP-RS)
 
João Carlos Bacelar (PR-BA)
 
João Castelo (PSDB-MA)
 
João Paulo Kleinübing (PSD-SC)
 
José Mentor (PT-SP)
 
José Otávio Germano (PP-RS)
 
José Stédile (PSB-RS)
 
Josué Bengtson (PTB-PA)
 
Jozi Rocha (PTB-AP)
 
Júlio Lopes (PP-RJ)
 
Lázaro Botelho (PP-TO)
 
Lelo Coimbra (PMDB-ES)
 
Lincoln Portela (PR-MG)
 
Lindomar Garçon (PMDB-RO)
 
Luciana Santos (PCdoB-PE)
 
Lúcio Mosquini (PMDB-RO)
 
Luiz Carlos Heinze (PP-RS)
 
Luís Tibé (PTdoB-MG)
 
Luiz Cláudio (PR-RO)
 
Luiz Fernando Faria (PP-MG)
 
Luiz Nishimori (PR-PR)
 
Magda Mofatto (PR-GO)
 
Mandetta (DEM-MS)
 
Marcelo Belinati (PP-PR)
 
Marcelo Matos (PDT-RJ)
 
Marcelo Squassoni (PRB-SP)
 
Márcio Alvino (PR-SP)
 
Marco Tebaldi (PSDB-SC)
 
Marquinho Mendes (PMDB-RJ)
 
Marx Beltrão (PMDB-AL)
 
Maurício Quintella Lessa (PR-AL)
 
Missionário José Olimpio (PP-SP)
 
Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS)
 
Nelson Meurer (PP-PR)
 
Nilson Leitão (PSDB-MT)
 
Nilton Capixaba (PTB-RO)
 
Osmar Terra (PMDB-RS)
 
Paulo Feijó (PR-RJ)
 
Paulo Magalhães (PSD-BA)
 
Paulo Maluf (PP-SP)
 
Paulo Pereira da Silva (SD-SP)
 
Paulo Pimenta (PT-RS)
 
Pedro Fernandes (PTB-MA)
 
Pedro Uczai (PT-SC)
 
Pastor Marco Feliciano (PSC-SP)
 
Professora Dorinha Seabra (DEM-TO)
 
Renata Abreu (PTN-SP)
 
Renato Molling (PP-RS)
 
Roberto Balestra (PP-GO)
 
Roberto Brito (PP-BA)
 
Roberto Góes (PDT-AP)
 
Rocha (PSDB-AC)
 
Rogério Marinho (PSDB-RN)
 
Ronaldo Carletto (PP-BA)
 
Ronaldo Lessa (PDT-AL)
 
Roney Nemer (PMDB-DF)
 
Rubens Otoni (PT-GO)
 
Sandes Junior (PP-GO)
 
Shéridan (PSDB-RR)
 
Silas Câmara (PSD-AM)
 
Simão Sessim (PP-RJ)
 
Simone Morgado (PMDB-PA)
 
Subtente Gonzaga (PDT-MG)
 
Takayama (PSC-PR)
 
Valmir Assunção (PT-BA)
 
Valtenir Pereira (Pros-CE)
 
Vander Loubet (PT-MS)
 
Veneziano Vital do Rêgo (PMDB-PB)
 
Vinícius Gurgel (PR-AP)
 
Waldir Maranhão (PP-MA)
 
Washington Reis (PMDB-RJ)
 
Weverton Rocha (PDT-MA)
 
Wladimir Costa (SD-PA)
 
Zeca Cavalcanti (PTB-PE)
 
 
 
Parlamento PB