Paraíba registra mais de 5 mil nascimentos em abril; 137 homens reconheceram a paternidade

Paraíba registra mais de 5 mil nascimentos em abril; 137 homens reconheceram a paternidade

O Fundo de Apoio ao Registro das Pessoas Naturais (Farpen) divulgou nesta terça-feira (29), que aconteceram 5.130 nascimentos; 2.050 óbitos; 618 pedidos de 2ª via; 137 reconhecimentos de paternidade; e 58 natimortos.

João Pessoa ainda é o município que mais recebe gestantes de outras cidades. Só em abril, 132 crianças nasceram na Capital vindas de outras localidades. Campina Grande, o segundo maior município, foram 117. Para os conselheiros esses números vêm caindo e isso significa benefícios para o município de origem. É que quando acontece um aumento de nascimento na cidade de origem, o lugar sai ganhando com as políticas públicas e melhoria social.

O relatório foi apresentado na reunião do Conselho Gestor. Conforme os dados, 186 cartórios precisaram da complementação financeira mensal. “São unidades que não arrecadam um salário mínimo por mês. Antes, essa complementação não passava do próprio salário. Hoje, chega a R$ 1.500”, comentou um dos membros do Conselho e presidente da Associação do Notários e Registradores da Paraíba (Anoreg/PB), Germano Toscano.

O Farpen é um órgão de natureza administrativa, de fiscalização, acompanhamento e controle, não remunerado, composto pelo corregedor-geral da Justiça, por um juiz corregedor auxiliar, pelo juiz do registro público da comarca da Capital, pelos presidentes da Associação do Notários e Registradores da Paraíba (Anoreg/PB) e da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais da Paraíba (Arpen).